Terça-feira, 28 de Agosto de 2007

Derrube do Cruzeiro do Eiró

 

O cruzeiro do Eiró sofreu um acidente.

O André quando manobrava uma rectorescavadora, nas imediações, tocou com a pá traseira da máquina e derrubou, na totalidade, um bonito património cultural construído.

Para que conste no histórico do cruzeiro, a ocorrência realizou-se pelas 22h00 do dia 27 de Agosto de 2007.

A recuperação ficou a cargo de uma empresa da especialidade, sita em Outeiro Seco, que prontamente transportou todas as peças, recuperando-o de uma forma exemplar.

Pelas 19h00 do dia 28 de Agosto foi colocado no respectivo lugar, naturalmente com pequenas marcas do acidente.

O importante é que o património está no mesmo lugar, mais reforçado na sua estrutura física embora mais debilitado nas suas performances.

Visite o património de Outeiro Seco: Igreja Românica, cruzes, cruzeiros, casas senhoriais, Solar dos Montalvões (exteriormente), ara circense, sepulturas e lagares na rocha e mais recentemente fornos romanos (mais um descoberto recentemente num terreno do Sr Anselmo),…

 

publicado por outeiroseco às 22:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Uma Feira feita de Mãos Amigas e muita Alegria

 
 
 

Não foi possível levar a efeito o programa previsto para o dia 25, devido ao mau tempo que se fez sentir no concelho.

Por outro lado no Domingo esteve um tarde maravilhosa quer no tempo quer nas actividades programadas. Foi possível vender muitos artigos expostos, fazer novos sócios e o palco esteve sempre repleto de actividades: Desfile de moda ecológico, Grupo de cantares de Outeiro Seco, Hip-Hop, teatro e a finalizar a actuação do Grupo de cantares de Vilarelho da Raia.

As fotos dão uma pequena mostra.

 No final o jantar foi feijoada, de excelente qualidade e muitas sobremesas.

Foi um dia em cheio, pena foi o tempo não ter ajudado no Sábado.

Esperamos que as Mãos Amigas em breve tenham excelentes notícias para dar.

Vamos ter um pouco de paciência e a obra logo começará a nascer.

Bem hajam todos que ajudaram a concretizar esta iniciativa

 

publicado por outeiroseco às 00:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Agosto de 2007

Feira Mãos Amigas, 25 e 26 Agosto

A Associação Mãos Amigas é uma entidade devidamente legalizada, sedeada em Outeiro Seco e o seu projecto principal é a construção de um Centro de Dia/Noite para apoio à infância e 3ª idade.

Para a sua construção, a actual direcção tem avançado com um processo que simultaneamente sensibilize a comunidade onde se insere e dê passos significativos com o que de facto é o seu objectivo principal.

 

No entanto tem desenvolvido algumas actividade, -  que aqui temos dado notícia, como aconteceu a propósito do 1º aniversário -  levando a efeito já neste fim de semana uma Feira denominada Mãos Amigas para apelar à congregação de esforços que este projecto necessita.

O evento tem lugar no átrio do Solar dos Montalvões e merece destaque:

Sábado – jantar no Solar, seguido da actuação da Banda Musical de Outeiro Seco

Domingo – tarde de variedades – desfile de Moda ecológica, dança Hip-Hop, teatro, cantares de Outeiro Seco,…

Estarão patentes 5 expositores com venda de produtos (livros, artigos da Associação, bar, quermesse, produtos da terra,…)

Apelamos à participação neste evento.

Contribua para este projecto de solidariedade social.

 Bem Haja.

 

publicado por outeiroseco às 21:01
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 21 de Agosto de 2007

Nem tudo que luz é ouro

Decorreu no fim de semana anterior uma trabalho comunitário, sob a orientação da Junta de Freguesia, num caminho rural, agora mais inundado devido às novas vias de betão. Os terrenos não cultivados ficam mais impermeáveis e as valetas, das novas vias, canalizam as águas pluviais para os caminhos rurais. Estas novas acessibilidades, úteis em todas as dimensões deviam ser mais cuidadas na planificação, nomeadamente  em alguns pormenores, recordando-se, aqui, o problema do encaminhamento das águas pluviais.

O problema está criado, no orçamento da obra não foi contemplado esta situação e a Junta de Freguesia só teve de adquirir os materiais e  pedir  ajuda dos proprietários que prontamente acederam colaborar.

Numa extensão de cerca de 200m foram introduzidas manilhas que irão encaminhar às águas para uma vala de enxugo já existente.

Os elementos da Junta de Freguesia agradecem a prestimosa colaboração dos conterrâneos Fernando Anjos, Humberto Ferreira, Manuel Afonso, José (Pastor) e irmã Rosalina, Henrique Ascensão, Amorim,  e Ivone Xavier que prestaram várias colaborações: disponibilizaram tractores, mão de obra manual e comes e bebes.

Trabalho notável de entreajuda. Da teoria à praxis ainda existe um longo caminho. Convinha ouvir as comunidades locais na elaboração dos projectos, mesmo ainda na fase dos gabinetes.

 

 

publicado por outeiroseco às 20:39
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 1 de Agosto de 2007

Um Património vivo feito por Mãos Amigas

 

Estive de férias uns dias e não tive oportunidade de manter o blog com a regularidade que vai sendo habitual.
Aos frequentadores habituais as minhas sinceras desculpas.
Dedico este post ao recente livro “Um património vivo feito por Mãos Amigas”, publicado no âmbito do 1º Aniversário da Associação Mãos Amigas”.
Recomendo a sua aquisição pelo valor do conteúdo e pelo contributo para o projecto da Associação – Bem hajam
 
O livro, de formato A4, ao baixo, tem 160 páginas, oito capítulos, tendo cada um 4 páginas de texto e 14 fotos da localidade. Os autores são Francisco Viegas (prefácio), Júlio Montalvão Machado, António Ramos, Alexandre Parafita, Américo Peres, José Guerra Banha, Herculano Pombo, Vinhais Guedes e Manuel Ferrador.
 
Se for possível vamos abrindo o livro através de alguns posts
Recomenda-se vivamente a compra do livro
 
 
 
Extracto do prefácio de
Francisco José Viegas
 
Quando recebi o pedido para escrever umas breves – ou brevíssimas, já não me recordo – linhas que servissem de prefácio a este livro, entendi que não era um pedido. Explico porquê: há uma ordem da natureza que se cruza inevitavelmente com a do coração, e Chaves e Outeiro Seco estarão ligadas, à minha vida. Não foram (e não são, na memória) um traço de passagem – são, antes moradas essenciais da minha recordação e da minha felicidade.
….
Esse mundo literário que recupera a beleza dos ciclos naturais, dos objectos da terra, dos materiais domésticos – há-de ter o seu lugar. Neste caso, porém detenhamo-nos sobretudo em redor das evidências. E elas são as pessoas, as pessoas que transformaram a terra e lhe resistiram para poderem sobreviver. Esse combate é a razão de ser de muita da generosidade da Associação.
Repito, pois: pessoas. Pessoas reais. Pessoas que nos são próximas e que nenhum valor nos poderá fazer esquecer. O importante, nessa medida, é que alguém acreditou na possibilidade de a Associação Mãos Amigas poder existir, reunir esforços e passar o seu testemunho. Pensando nesta terra, onde vivi os anos felizes do passado, não posso senão sentir um orgulho fundamental e altíssimo.
 
 
publicado por outeiroseco às 15:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos

.Visitas


View My Stats