Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

O estádio também é bonito...



Ora então cá estamos com uma breve reportagem...para satisfação de sector dos nossos visitantes..as senhoras que desculpem, mas em breve dedicaremos um  que vá ao encontro dos seus gostos.
Fomos muito bem recebidos pelo nosso cicerone e com algum excesso de zelo da organização lá entramos. Gostamos do que vimos, muito alegre o estádio com uma bonita arquitectura...mas o importante era mesmo o jogo.  muito táctico, com o FCP muito apático e o Sporting super motivado e ...foi o que se viu o Sporting adiantou-se no marcador, mas o "incrível", resolve...agora o “levezinho” está muito fraquinho e não tem substituto à altura. O resto não está mal. Para os adeptos duas referências:  ao elevado número das duas classe do Sporting e o público, em geral, sempre com o sentimento de perseguição pelos árbitros..lá terão as suas razões...de facto 10 faltas contra o FCP -0 amarelos, 1ª falta contra o Sporting um amarelo..têm direito  à indignação.
Gostei imenso pelo jogo e pela companhia.
Agradecimentos ao Nuno e Celeste pela forma simpática e amável como nos receberam...Até breve
Vamos ver o grande derby Barça-R.M.

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 18:59
link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De vasco sobreira garcia a 1 de Dezembro de 2010 às 16:10
olá tudo bem o assunto está de jeito quanto ao futebol nada a declarar mas o filho do altino não é dragão ai o tio zé merciana cá estivesse acho que ia ser dragão quanto aos pastéis de belém são uma maravilha todo mundo o sabe por cá há bastantes lugares onde se vende doceria portuguesa eu cim não sou muito de doces o único que com é o de bélém a minha mulher são os fios de ovos e por aí vai outro dia fui a uma cidade aqui próximo de são paulo aprox. 110km e no km 53 tem um restaurante de cozinha portuguesa muito famso chamado de rancho 53 delícias de portugal e euque sempre paro não parei mais um pouco mais à frente uma propaganda enorme posto e restaurante quinta do marquês o melhor pastel de nata ou belém do brasil km 57 passei em frente pois este fica no sentido inerior capital fui fazer o que ia fazer e na volota paro e fui direto aos doces e um português disse-me o sr. nunca comeu pastéis como estes eu respondi pois não estes ainda não foram comidos e disse estes são feitos por quem os fazia em lisboa o nome do pasteleiro está escrito na caixa mas não lembro agora sabado passado fui para itu fica na mesma rodovia mas quando saí de lá já era bastante tarde e a cerveja tinha sido muita e em casa alguém já estava de bico então não parei mas da proxima la vão mais uma duzia e o preço é de 3,00 reais cada já falei demais abraços vasco
ps.nuno dessa desgraça de espanha não veem bos ventos nem bons casamentos
De rui dinis a 1 de Dezembro de 2010 às 14:06
Então e como foi validado o golo do sporting, com influências no resultado
De Nuno Santos a 1 de Dezembro de 2010 às 17:57
A irregularidade do golo do Sporting não é assim tão linear. De facto quando o Rui Patrício chuta a bola para a frente, o Valdez está em fora de jogo posicional. Mas a bola não vai para ele vai na direcção do Liedson e do Rolando, estes saltam os dois mas não tocam na bola, nessa altura o Valdez já está em jogo e simplesmente é mais rápido que o Maicon.
De Nuno Santos a 1 de Dezembro de 2010 às 08:44
Olá amigos,
Como hoje é feriado, comemorando-se o dia em que nos libertamos dos espanhóis. Este feito foi para uns é um acto de glória e de patriotismo. Para outros uma desgraça, porque se tal não tem acontecido, talvez o nosso estado de desenvolvimento seria agora bem diferente. Eu confesso que não tenho uma opinião extremada, porquanto, gosto muito da Espanha e dos espanhóis, ainda que a situação económica deles também não se recomende. Contudo seu nível de vida é bem melhor que o nosso, pese embora o seu passado de conflitos no século passado.
Como viram hoje estou virado para a história, e porque os Pastéis de Belém tem sido um tema aqui discutido, aqui fica a história dos Pasteis de Belém. Os mais curiosos podem ainda aprofundar esses conhecimentos nos sites da especialidade, mas digo-vos, nada melhor que os provar na casa mãe. O Baraka Obama provou-os porque a casa dos Pastéis é quase paredes-meias com o Palácio de Belém e quando esteve recentemente em Portugal na cimeira da Nato mas visitou o nosso Presidente Cavaco Silva em Belém uma delegação da Casa dos Pastéis ofereceu ao Obama umas dúzias de pastéis.
Aqui fica o essencial da história dos Pasteis de Belém.

.........................................................

Em 1837, em Belém, próximo ao Mosteiro dos Jerónimos, numa tentativa de subsistência, os clérigos do mosteiro puseram à venda numa loja precisamente uns pastéis de nata. Nessa época, a zona de Belém ficava longe da cidade de Lisboa e o seu acesso era assegurado por barcos a vapor. A presença do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém atraíam inúmeros turistas que depressa se habituaram aos pastéis de Belém.

Na sequência da revolução liberal de 1820, em 1834 o mosteiro fechou. O pasteleiro do convento decidiu vender a receita ao empresário português vindo do Brasil Domingos Rafael Alves, continuando até hoje na posse dos seus descendentes.

No início os pastéis foram postos à venda numa refinaria de açúcar situada próximo do Mosteiro dos Jerónimos. Em 1837 foram inauguradas as instalações num anexo, então transformado em pastelaria, a "A antiga confeitaria de Belém". Desde então, aqui se vem trabalhando ininterruptamente, confeccionando cerca de 15.000 pastéis por dia. A receita, transmitida e exclusivamente conhecida pelos mestres pasteleiros que os fabricam artesanalmente na Oficina do Segredo, mantém-se igual até aos dias de hoje. Tanto a receita original como o nome "Pastéis de Belém" estão patenteados.

Actualmente, na maioria dos cafés de Portugal é possível comprar pastéis de nata, provenientes da indústria de pastelaria, mas os originais continuam a ser os da pastelaria de Belém (apenas estes podem ser denominados Pastéis de Belém), em Lisboa, que preservam na sua secular existência o segredo e o saber da sua confecção. Como um doce português, o pastel de nata é também bastante comum no Brasil.

Convém salientar que Pastéis de Nata e Pastéis de Belém, embora semelhantes e com uma história comum, são efectivamente dois tipos de pastéis diferentes. Os Pastéis de Nata, como o próprio nome indica, contêm nos seus ingredientes natas, ao passo que os Pastéis de Belém não possuem este ingrediente, sendo confeccionados essencialmente com gemas de ovo e açúcar. Assim, provando Pastéis de Nata e Pastéis de Belém é muito notória e saliente a diferença de sabor, embora o aspecto possa ser algo parecido. Mesmo a massa folhada é claramente diferente, tanto de aspecto como de gosto.

Espero que isto vos aguçe o apetite e bom feriado.
Nuno Santos
De Lurdes a 30 de Novembro de 2010 às 22:58
ok kja agora se vao a capital eu tb quero ir...

Oh Leonor, mas que dizes tu dos pasteis? tu poes canela????? tira la a canela que eu nao gosto mt de-se sabor. arre tb sabes fazer de tudo.
De Lurdes a 30 de Novembro de 2010 às 22:56
oh miuda que queres que eu explique? Oh mulher you are asking the worng girl ahhahaahh sei la pergunta ai aos cavalheiros...

estive a ver melhor os ajulejos e nao gosto mt mas como se custuma dizer " para os gostos fizeram as cores" nem sei se e assim que se diz.

quem esta aqui? e que nao gosto de bla,,,bla...solita.

oh ja eauecia ja reparas-te que na cadeira fancy do Nuno atde parece que tem peixinhos ????? tas a ver azul no back round e depois aqueles coisinho que parecem peixes....vai la ver.
De J.A.S FCP Nr.102214 a 30 de Novembro de 2010 às 22:16
BOA NOITE!
A IDEIA DA AMIGA ALBERTINA FERRADOR É EXCELENTE...
TEMOS DE PENSAR NISSO...
UMA VISITA Á CAPITAL ACOMPANHADOS PELO AMIGO NUNO SERIA ESPECTACULAR...
UM ABRAÇO E BOM FERIADO!
De leonor.moreira a 30 de Novembro de 2010 às 20:36
Boa noite amigos!
Lula, eu até sei fazer os pastéis,uma boa massa folhada, um bem feito creme de pasteleiro, um cibo de canela e está feito.Claro que têm o segredo..mas já experimentei e não ficaram nada mal.
Mas pelo trabalho, mais vale estender a toalha e comê-los lá ...onde é mesmo esse sítio?
A cadeira, bem..que dizer?Gente fina é outra coisa!!!

Lula, explica-me no chat a cena dos "incrivel" e levezinho" pra não parecer mal...
De Lurdes a 30 de Novembro de 2010 às 20:04
ola a todos! Coisa fina isto de ter nome na cadeira e tudo....mt fixe. Porra pra comparar os pasteis de Belem a Roma devem ser mesmo bons...nao teram nemnhum aqui para as meninas?Bem com esses gulosos acho que nao ..QUE achas? bah mas nao custa nada perguntar.

De Nuno Santos a 30 de Novembro de 2010 às 11:56
Ola amigos,
A propósito do cachecol quero informar que eu trago sempre no carro um Kit da bola, composto por um Kispo com um emblema do Sporting e um cachecol. Só que o cachecol ofecereci-o ao Né, que ao contrário dos pais não é dragão, mas sócio do SCP inscrito por mim há já 13 anos.
Quanto à ideia da Albertina, de fazerem uma visita cultural à Capital, dava-me uma grande alegria. Teria o maior prazer organizar um roteiro cultural pelos pontos mais interessantes e mais baratos. Por exemplo no sábado, devido à falta de tempo só foi possível visitar o Museu da Electricidade, que recomendo a toda a gente. Além da entrada ser grátis, a sua visita é extremamente cultural em especial para jovens estudantes e para quem goste de adquirir conhecimento. Como curiosidade há saída do museu encontramos mais um outeiro secano da diáspora o Zé António e a mulher. O Zé é piloto de barra mas estava em terra a fazer o seu passeio a pé na bela margem do Tejo.
O segundo ponto da visita, que para o Altino é um lugar sagrado de Lisboa, foi à célebre Casa dos Pasteis de Belém. Para o Altino vir a Lisboa e não ir aos pasteis de Belém, é como ir a Roma e não ver o Papa. Curiosamente eu já fui a Roma, estive no Vaticano mas não vi o Papa, estava de férias no Castelgandolfo. E com ele tambem já aconteceu não ter ido aos pastéis embora tenha histórias engraçadas por causa dos pastéis.
Se vierem fica prometido que a visita à Casa dos Pastéis de Belem é local obrigatório.
Um abraço,
Nuno Santos
De Albertina a 30 de Novembro de 2010 às 10:52
Bom dia, Amigos e Amigas deste cantinho.

Depois de uns dias meio desaparecida, cá estou outra vez! Pelos vistos em Lisboa, também estava muito frio, estão todos de cachecol! E Amigo Nuno, também estranhei como a Lurdes, tu não estares com o do teu Clube! Será que foi para não ferires a sensibilidade dos teus amigos visitantes que eram adeptos da equipa contrária? Seja como for, o que interessa é que tenham desfrutado de bons momentos de amizade e convívio. Quanto ao Estádio, o verde, sim, é muito bonito, mas quanto aos azulejos... Gostos não se discutem. Sr. Administrador, sei bem o que quer dizer quando diz que o Nuno e a Celeste recebem como ninguém os seus amigos. Por falar nisso, que tal a ideia de organizar um passeio a Lisboa, aproveitando os dotes de cicerone do Amigo Nuno?.
Abraço a todos.

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos

.Visitas


View My Stats