Domingo, 4 de Dezembro de 2011

Assembeia-geral de sócios da AMA. Vai dar-se inicio ás obras

 

Decorreu hoje, tal como anunciado, a Assembleia-geral de sócios da AMA para aprovação do plano de atividades e orçamento para o ano 2012. A primeira nota prende-se com fato de os associados não comparecem em número significativo (a foto não regista o número total de asssociados presentes),  tal como em reuniões anteriores, mas existiram alguns constrangimentos, nomeadamente a vinda do Sr Bispo de Vila Real a Santa Cruz.

Após apresentação, devidamente fundamentada pelos presidentes da Direção e Assembleia geral, respetivamente,  Manuel Ferrador e Joaquim Costa, os presentes manifestaram a sua opinião apresentando sugestões de relevante interesse. Após prolongada discussão a votação relativa ao plano de atividades e orçamento para 2012, foram aprovados por unanimidade.

O  plano de atividades merece uma referência especial o arranque das obras de construção do Lar, de acordo com as verbas disponíveis. Assim a direção irá fazer diligências necessárias para aprovação do projeto e início das obras no 1º trimestre de 2012.

O orçamento tem de proveitos 95 340,00 € estando destinado 80 000.00 € para os custos da construção. Estre orçamento é realista e é bem provável que se consigam ultrapassar os valores consignados no orçamento apresentado.

O Blogue deseja as maiores felicidades para este ambicioso projeto e que este sonho se torne realidade, sabendo-se das enormes dificuldades em que vivemos, mas do grande sentido de entreajuda e colaboração de todos que, por certo, irão associar-se a esta iniciativa.

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 17:27
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De leonor moreira a 6 de Dezembro de 2011 às 09:52
Bom dia amigos!

Vá lá , pessoal, vamos ajudar neste projeto.

cmps a todos
leonor moreira!
De Manuel Ferrador a 5 de Dezembro de 2011 às 22:32
Caros Amigos e Amigas
Agradeço as palavras do amigo Nuno, do João e da amiga Leonor Moreira, já que dão ânimo e força a quem tem pela frente a execução de um projecto que se sonhou e que vai ser difícil concretizar. Tal como o velho Semião de que fala o Novo Testamento, também eu poderia, após o final das obras afirmar: Agora Senhor já podeis levar o teu servo, pois meus olhos já viram realizada a obra dos meus sonhos. Mas na verdade é desmotivador verificar que os associados ainda não compreenderam as verdadeiras razões do nosso aparente imobilismo. A minha esperança é de que após o lançamento dos alicerces, haja uma renovação da esperança. Mas essa esperança deverá ter a sua revelação na ajuda que cada um puder dar ao futuro Lar. A simples oferta de alguns tijolos, azulejos, sacos de cimento, etc., podem fazer mover a obra em direcção à sua plenitude. Quando a união se constroi à volta de algo importante, nada poderá fazer parar a força dessa união. Se pensarmos que todos nós estamos vocacionados para vir a precisar desta unidade de protecção à velhice, isso será o primeiro passo para estar de alma e coração com este projecto. Eu afirmei na última assembleia que a obra não era minha nem de ninguém em particular; ela pertencerá à capacidade de um povo na medida em que se mobilize para esse efeito. Tenho os pés bem assentes na terra, mas podem me criar asas para sair do vale e voar à montanha; basta ter a ajuda de todos os outeirosecanos. Se nas outras aldeias se verifica que as gentes se mobilizam, porque não havemos de fazer o mesmo?
De JAS FCP Nrº102214 a 5 de Dezembro de 2011 às 21:34
FORÇA AMA!!!!!
QUANDO O HOMEM SONHA...
A OBRA NASCE...
O SUCESSO DESTE PROJETO, É O BEM DE TODOS NÓS!

De Nuno Santos a 5 de Dezembro de 2011 às 08:15
Olá amigos,
Ao ver esta fotografia da assembleia geral da AMA, onde se deliberaram temas tão importantes como, o início da construção do Centro de Dia, não posso deixar de ficar com um misto de sentimentos. O primeiro é de satisfacção, porque finalmente a AMA vai dar início à construção do Centro de Dia, e que esteve na origem da sua constituição.
O segundo, um sentimento de frutração pelo alheamento da população, sobretudo, dos seus associados que, são cerca de duzentos.
Esta situação traz aos seus dirigentes, dificuldades acrescidas, pois têm de lutar não só contra a grave conjuntura, como contra o imobilismo da população que parece não ter percebido ainda que são os maiores beneficiados com esta obra. Uma palavrade apreço à Direcção para que não esmoreça face a esta imensa dificuldade e se nós olhamos á nossa volta e vemos que outras terras conseguiram realizar esta obra porque não nós outeiro secanos não havemos de conseguir?
Força com o projecto, e um abraço.
Nuno Santos
De Lurdes a 4 de Dezembro de 2011 às 23:25
oh mulher pra que queres tu pedras??!!!
Ola amigos! Grande projecto e muito necessário oxalá todo mundo ponha o grãozinho de areia...a união faz a força!. "Grão a grão é que a galinha enche o papo" né ? por isso toca a participar.

Por falar nisso acho que já me toca pagar as cotas! Bff lembra-me a próxima vez que vá ai.
De leonor moreira a 4 de Dezembro de 2011 às 21:06
Olá amigos, boa noite a todos!

Venha lá a primeira pedra e as outras a seguir.
Um projeto de interesse para todos e em que todos se devem envolver direta e indiretamente.
Força!
cmps a todos
leonor moreira

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos

.Visitas


View My Stats