Quarta-feira, 11 de Julho de 2012

O Iscas

 

O Iscas era um carregador de sacos de adubo, no armazém do Américo Teixeira, no tempo em que não havia ainda tapetes rolantes. O transporte dos sacos fazia-se dos vagões da CP para o armazém, e deste para as viaturas dos clientes por homens, carregando-os às costas.

O seu nome de batismo era António Monteiro, natural de Sapiãos, e chegou a ter mais três irmãos como colegas neste duro ofício. Duro só para alguns porque o Iscas fazia isso, como quem bebe um copo de água. Aliás, custava-lhe mais beber um copo da água, por isso ele e os companheiros, faziam durante o dia várias visitas à taberna do Ruço, ou do Farragacho, como que para meter combustível. Na década de sessenta, com a mudança do campo da feira do Tabolado, para a proximidade dos Fortes, as tabernas tinham-se também instalado nestas redondezas. 

Tal era a sua valentia que, um dia, apostou em como carregava de uma só vez, seis sacos de Nitrolusal, totalizando trezentos quilos, do vagão do comboio à pilha do armazém. Conta quem assistiu que, só lhe tremeram as pernas, quando teve de subir a tábua para os despejar na rima.

O Iscas era umas pintas, tinha vindo da tropa havia pouco tempo, e estava em idade de casar, armando-se em engatatão perante os colegas. Foi por isso o António Marrão chefe do armazém, em conluio com o Aurélio Dias funcionário do escritório, combinam pregar-lhe uma partida.

O Marrão foi à taberna do Ruço que já tinha telefone, e pede à telefonista para ligar ao 339, o número do armazém do Américo Teixeira. Na época os telefones não eram directos, e tinham de passar pelo PBX da central dos CTT.

O Aurélio atende o telefone, e avisa o Iscas de que tinha uma chamada para ele. Este muito admirado pelo inusitado da situação, pergunta ao Aurélio quem era, dizendo-lhe apenas que era uma senhora.

De peito feito o Iscas pega no telefone e pergunta quem era. Do outro lado o Marrão, imitando uma voz feminina inventa um diálogo, que do lado de cá só ouvem o Iscas dizer.

- Evidentemente, na certeza porém, na razão de quê!

O Marrão com a sua voz maviosa, convenceu o Iscas a marcar um encontro junto ao Monumento, dizendo-lhe que levava uma rosa ao peito, para melhor a identificar.

Os colegas questionam o Iscas sobre o telefonema, mas este só lhes diz que era uma mulher que andava caidinha por ele, e marcara um encontro para o fim de semana seguinte. No dia anterior os colegas diziam para o Iscas.

- Eh pá tu vê lá! Amanhã tens que te aperaltar.

- Não há problemas, esta já está no papo- dizia o Iscas.

No fim de semana à hora marcada, de barba bem feita e bem penteado, lá estava o Iscas junto ao monumento, só que da mulher com a rosa ao peito nem sinais.

Quando na manhã seguinte os autores da patranha lhe perguntam.

- Então Iscas! Identificaste a mulher?

- Claro! Nem precisei da rosa para nada, quando a vi ao longe soube logo quem era.

E por mais que Marrão dissesse que era um grande mentiroso, porque fora ele quem fizera o telefonema. O Iscas nunca se desmanchou, afirmando que o encontro se realizara, e que a mulher era uma das suas conquistas.    

 Nuno Santos

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 14:16
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Manuel Ferrador a 13 de Julho de 2012 às 14:52
Caros Amigos e Amigas
O nosso amigo Nuno Santos tem uma capacidade extraordinária para nos mimosear com histórias do passado, enriquecendo este Blog e os nossos conhecimentos. Parabéns para ele.
.........................
Aproveito a oportunidade para informar que amanhã é dia de aniversário da AMA - Associação Mãos Amigas, IPSS, e como tal, deveriamos ter festa na aldeia. Porém, dada a circunstância de não ter havido da parte do Governo a abertura de candidaturas a ajudas para a construção do nosso almejado LAR, não nos sentimos com disposição para festejar este seja o que for. Entretanto, eu e o Altino, concordamos em fazer uma reunião na Sede, por volta das 21 horas, só com as pessoas que constituem os três Orgãos Sociais, com o intuito de afirmarmos deste modo que ainda estamos vivos. Já tentei contactos via Telemóvel, mas nalguns casos não consegui passar a mensagem. Como sei que a generalidade das pessoas em causa visita este Blog, aqui deixo o recado. Desde já agradeço a comparência da maioria, já que também sei que há incompatibilidades com o trabalho que algumas pessoas exercem.

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos

.Visitas


View My Stats