Segunda-feira, 26 de Agosto de 2013

Cerimónia de apresentação do livro "Junta de Freguesia de Outeiro Seco 1900-2013"

 
   
 
   
 
   
 

Decorreu, ontem, a cerimónia de apresentação do livro “Junta de Freguesia de Outeiro Seco 1900-2013”, propriedade da Junta de Freguesia e coordenado por Altino Rio. O evento ocorreu em frente à sede da Junta, contando com a presença dos presidente e vice-presidente da Câmara, Dr. João Batista e Arqº António Cabeleira, presidente da Junta de Freguesia, Carlos Xavier, Pároco da localidade Monsenhor José Banha e algumas individualidades representantes de instituições, para além de um número bem significativo da população. O acto consistiu na apresentação de um trabalho de recolha e investigação sobre a Junta de Freguesia de Outeiro Seco, no período 1900-2013, sendo produzidos apenas duas edições, para ficarem à disposição do público, na Junta de Freguesia e Biblioteca Municipal, tendo em consideração tratar-se de uma edição com custo de produção muito elevado. Deve ser, uma das edições produzidas na região de maior volume e dimensão… 509 páginas e com o formato de um livro de atas.

Das intervenções realizadas merece destaque a referência às causas e feitos produzidos pelos incêndios ocorridos na localidade e pela reflexão que é necessário fazer-se de imediato.

Sobre o livro propriamente dito uma alusão à conceção gráfica de alta qualidade produzida pela Gráfica Sinal, a começar pela criativa capa de Joana Coelho e o valor do conteúdo que para além de homenagear todos que contribuíram nesta organização com o melhor de si, servirá também para aprofundamento de estudos de índoles académicos e/ou científico.

Foi escrito no início do livro

“Junta de Freguesia de Outeiro Seco – 1900/2013

Homenagem a todos os Outeirosecanos que, ao longo dos últimos cento e treze anos, se destacaram na gestão e construção do nosso património comum, dando o seu melhor do seu esforço e engenho em prol da nossa terra, honrando a história e o passado, e reforçando esta notável identidade que nos projecta para um futuro esperançoso.

Bem hajam, todos.”

No final foi feita uma singela, mas sentida homenagem ao Dr João Batista, pelo empenho e dedicação a esta freguesia através da entrega de um álbum fotográfico, composto das principais realizações feitas na freguesia, no período de 2002 a 2013, onde aprece com o devido e merecido destaque.

No final foi possível observar o livro que será colocado à disposição, após o ato eleitoral de 29 de Setembro para não haja qualquer efeito na propaganda política.

No final ocorreu um agradável convite à volta de uma mesa bem recheada e custeada por um grupo de amigos.

São momentos destes que tornaram esta localidade mais rica e mais feliz. Bem hajam todos que contribuíram para que fosse possível esta obra.

 

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 15:39
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Anonimo a 28 de Agosto de 2013 às 00:50
Eng. Altino Rio desculpe mas tenho de tecer uma consideração sobre os Incêndios.
Você sabe, como todas nos sabemos que a CMC foi avisada pela SEPNA para remoção do lixo da mina e dos esgotos em Vale Salgueiro e que nada disso sucede.
Mais grave ainda é que o nunca o vi a si, nem a Junta de Freguesia, denunciar e publicar aqui tal facto. Fala de politiquices mas falar só daquilo que nos da jeito é politiquice e demagogia....
De outeiroseco a 28 de Agosto de 2013 às 09:39
Por norma não respondo a comentários provenientes de anónimos. Não dá para entender pois, neste caso concreto é um tema aberto que não se justifica este esconder da mão que lança a pedra. Mas adianta...vamos ao que interessa. Como é um tema que estamos todos sensibilizados para esta causa dos incêndios e eu em particular, vamos lá à discussão aberta, uma vez que afirmei perante cerca de 100 pessoas (incluindo atuais e futuros dirigentes políticos) que estaria disponível a dar o meu modesto contributo numa reflexão a realizar já me imediato.
Respondendo diretamente a este último comentário quero dizer-lhe o seguinte:
1- Este blogue é de índole informativo e moderado não tendo um cariz reivindicativo, (foi assim desenhado por mim e ponto final), ao contrário de outros que têm esta vertente mais dominante.
2- Por certo nunca esteve nos meandros da política. Quando as organizações têm a mesma afinidade politica, as criticas e sugestões (bem mais eficazes do que as que se fazem em sítios públicos, que por norma o poder politico ignora ou contraria) são feitas internamente e produzem um efeito mais bem profícuo. Quantos aos detritos depositados na mina pela autarquia são por norma biodegradáveis e foi prometido que tinha um caracter provisório e seriam enterrados de imediato. Lembro quando foi a demolição do quartel dos bombeiros a grande utilidade que deu à população de todos o material aí depositado. Eram dezenas de carretas cheias de madeira que aqueceu, e ainda bem, muitas pessoas.
3- Neste caso concreto dos incêndios que entraram pela UTAD , que por certo não estava lá e a desejar que chegasse aos referidos detritos, os quais não tiveram qualquer efeito nas possíveis causas que refere. A construção do campo de futebol e as terraplanagens dos dois espaços do Centro de Dia não foram de grande utilidade? São cerca de dois hectares limpos que muito contribuíram para que o fogo não chegasse ao solar.
Já tenho elencado um conjunto de propostas que farei chegar aos responsáveis (sem que as torne publico para não me tornar um protagonista defensor da causa pública), bem como na minha zona será cumprida a lei dos incêndios…disso lhe garanto eu. Se cada um fizesse a sua parte, em vez de retórica seria menos demagogo e mais pragmático…e por ora que nem preciso do seu voto político.
De Anónimo a 28 de Agosto de 2013 às 21:54
Pois é Senhor Engenheiro se fosse outra força politica a frente da autarquia, ja tinha dito sapos cobras ratos e lagartos assim !!!!!!!!!!!!!. Relativamente as suas propostas, se forem como as que apresentou durante o seu mandato são excelentes, talvez a ministra Crista venha saber de si para gerir os serviços florestais. E relativamentos ao estar anonimo consulte o historico do seu blog e veja a resposta que foi dada ao seu amigo Nuno Santos, é que o Srh. Engenheiro não tolera determinadas coisas e depois vinga-se, e é isso que o torna um pessimo politico. Em tempos até fez um elogio à EFAC, aos do jipe amarelo e então o que fizeram. Ate veio um mapa publicado no jornal . Valha-me São Pancracio.
De Anónimo a 27 de Agosto de 2013 às 17:12
Infelizmente nesta aldeia, perde-se por fazer e por não fazer...e quando se faz, as pessoas misturam alhos e bugalhos e ficam todas melindradas!!! haja paciência!...
De outeiroseco a 27 de Agosto de 2013 às 09:53
Acordei agora mesmo... surpreso pelos comentários? Claro que não...cheira a eleições..politiquices habituais. São muitos anos destas causas.
Quanto aos incêndios nada me têm a apontar enquanto presidente da Junta... colocamos mais de 30 bocas de incêndio sob nossa sugestão e pressão... o resto não esteve sob a nossa jurisdição..cada um tem de fazer o que lhe compete dentro das suas competências. Até porque uma das corporação dos bombeiros está agora localizada bem perto de O. Seco.
No que respeita ao incêndio que afetou a minha zona foram poucos os que estiveram comigo e vizinhos..eu estive com os outros.
Quanto à Casa de Cultura as minhas desculpas por não particularizar, pois foi englobada nos agradecimentos gerais com a expressão… “a todos que colaboraram com esta iniciativa o meu bem hajam”. Quanto à enfermeira Inês foi a qualidade de presidente da Direcção da Escola de Enfermagem (nada de confusões).
Quanto à festa é com muito gosto que anunciarei, a devido tempo... 1º foi a capela, depois o livro e logo que se enquadre será a festa. Agora preciso de saber os nomes de todos os elementos que a constituem bem como o programa. Pode vir sob a forma de anonimato (abro aqui uma exceção ), pois um dos comentaristas deve saber.
Passem bem e sejam justos para ganhar o reino dos céus. Caso contrário redimam-se dos vossos pecados.
Altino Rio (Administrador do Blogue)
De Anonimo a 27 de Agosto de 2013 às 01:15
Tenho de concordar com os dois comentários anteriores em dois pontos.

Ponto 1 - O trabalho realizado pela cada da cultura de Outeiro Seco merecia no mínimo um obrigado e a devida valorização que lhe corresponde.

Ponto 2 - De facto falar de incêndios e queixar-se é fácil, mas quando o nosso querido gestor do Blog teve a possibilidade activa de fazer algo assobiou para o lado, seguramente quando esteve no poder teria outras prioridades...

Por ultimo acharia também muito interessante saber a comissão de festas de este ano e o programa da nossa festa,

Os melhores cumprimentos
De Anónimo a 26 de Agosto de 2013 às 23:08
De facto fico muito admirado, com o Sr. Engenheiro Altino quando diz # Temos de reflectir sobre os incendios#, de facto é verdade Sr. Engh. , mas acorda tarde. Só se preocupa agora que lhe bateu á porta, mas antes bateu nas dos vizinhos e nunca se preocupou. E esteve város anos na Junta de freguesia e não se preocupou em comprar uns metros de manga, pois as bocas de incendio que existem desde a Sr. da Portela até a escola de Enfermagem estão lá para enfeitar. Além disso nunca teve a coragem de denunciar a lixeira da mina , que é um barril de polvora onde todos os residuos dos jardins da cidade lá vão parar. Onde se houvia o comentario #ISTO É UMA VERGONHA O QUE AQUI TEM A CÂMARA#. O Blog é seu e coloca aqui o que quiser e lhe apetece é uma verdade. E eu procuro-lhe o seguinte. Sempre colocou no seu Blog com varios meses de antecedencia as comissões de festas da sr. da Azinheira, e este ano estamos a semanas da festa e nada. Porque?
De Anónimo a 26 de Agosto de 2013 às 16:45
Bom tarde.
Agradecia em nome dos sócios da Casa de Cultura que este comentário não fosse apagado, pois como elemento da Direcção, devo-lhes esta justificação.
Fiquei triste, por não ouvir por parte da mesa da apresentação do livro, um agradecimento à Casa de Cultura, pois emprestou uma rasa, cadeiras e uma mesa para que o referido evento se tornasse num sucesso.
Ouvi agradecimentos a muita gente, não duvidando da razão de ser deles, mas alguns como ouvinte, verifiquei que foram repetidos, o que me chamou à atenção foi, o que foi dirigido à Sra. Enfermeira Inês (atenção que não tenho nada contra esta Senhora, antes pelo contrário, tenho muita consideração pois já a conheço há muitos anos), e gostava que alguém esclarecesse, em que é a Escola de Enfermagem contribuiu para a apresentação do referido livro.
Depois não gostam que se ouça dizer que na nossa aldeia se mistura tudo (politica/religião/cultura/mão amigas/comissões de festas/comissões de fábrica e outras coisas mais), afinal quem presencias e saiba disto, o que leva a pensar ou dizer?
Pelo que percebi, este livro é para dar a conhecer e honrar quem de uma maneira ou de outra contribuiu para que a nossa aldeia, tenha a história que tem, independentemente da política, o que muito deve honrar os Outeiro – Secanos .
Pela minha parte é-me indiferente, não gosto muito de prestígio ou protagonismo, antes pelo contrário.
E que fique bem claro que não é para ofender ninguém nem ficar chateada com alguém, é como já referi, uma explicação aos sócios da Casa de Cultura Popular de Outeiro Seco.
Antonieta Melo.

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos

.Visitas


View My Stats