Segunda-feira, 25 de Maio de 2009

Nó Rodoviário em Outeiro Seco

Já iniciaram os trabalhos da construção do Nó Rodoviário da A24 na Zona Empresarial de Outeiro Seco. Os pequenos problemas com as expropriações estão resolvidos e as obras avançam em bom ritmo. Será uma obra fundamental para desenvolver esta Zona Industrial, comercial e de serviços, onde a Plataforma Logística será a mais beneficiada.

Acabem lá as obras que agradecemos, em prol do desenvolvimento regional e especialmente da nossa localidade.

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 22:25
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Américo dos Santos Afonso a 26 de Maio de 2009 às 23:37
Olá, sr. bloguista. Acompanho diariamente o seu blog e os diversos comentários que são feitos, alguns deles, é verdade, são muito interessantes, mas também discordo de alguns. As fotos divulgadas no dia 25/5, não traz  identificação alguma quanto à localização das mesmas, isto é, onde estão sendo executadas estas obras - no Senhor dos Desamparados, nos Barrocos, no Cotrão, no Vale dos Queimados? Esta área que corresponde à povoação de Outeiro Seco é demarcada por nomes, como os citados acima e que a maioria dos outeirosecanos conhece bem. A mina do Cabeço, eu, por exemplo, tendo sido pastor   conheço-a bem . Durante muitos anos, nos meses de maio a setembro, matou-me muito a sede, afinal era a nossa fonte, e dá-me muita saudade.  Podemos observar um grande progresso acontecendo em Outeiro Seco, mas também gostaria de saber o seguinte: o caminho da Mó até Sabugueiro atualmente é estrada onde transitam caros? o caminho do Papeiro para a Pala, Serrinha, Portelas também está transformado em estrada e chega até A24? Em sendo-lhe possível, gostaria de uma resposta um pouco mais esclarecida, pois aqui no Rio de Janeiro, posso matar as saudades de minha terra todos os dias, através deste blog muito repleto de fotos e notícias. Atenciosamente, Américo S. Afonso
De Nuno Santos a 27 de Maio de 2009 às 00:26
Olá Sr. Américo,
Sou sobrinho do seu cunhado Norberto, filho da Esmeralda. Pela amizade e colaboração com o Administrador do blog, tomo eu a iniciativa de lhe responder. As fotografias publicadas são do lugar do Barro Vermelho e de Pedrianes, locais onde estão a decorrer as obras do nó de ligação à auto estrada, A 24. Essas obras referem-se por enquanto só à parte norte do nó em construção. As obras do lado sul ainda não se iniciaram, e irão apanhar as vinhas dos Barrocos, nomeadamente as vinhas de seus sobrinhos, Vitor e Paulo, quer do lado nascente quer poente da estrada municipal.
Quanto ao caminho da Mó até ao Sabugueiro, mantém-se como caminho rural, tal como o conheceu no passado, a estrada é mais lateral e passou pela quinta do Sr. Manuel da Cruz, terras dos Gregórios, Vila Frades e Pispalhas, cruzando com a anterior estrada municipal perto da Sra da Azinheira. O caminho para as Portelas apesar de poderem aí transitar automóveis, por cedência dos Montalvões na Lamarelha, mantém-se ainda em terra batida e termina na Auto Estrada. A passagem para Bustelo faz-se apenas no Seara. Quanto à mina onde bebeu muitas vezes, parece-me estar a referir-se à fonte do encanto, que ficava mais próxima das vossas vinhas das Portelas. A mina do cabeço e donde vem a água que abastece agora dois fontanários, um no Eiró junto à antiga escola, outro junto ao adro da sra do Rosário, essa mina era dos Farias, recentemente a Henriqueta Faria (minha sogra) vendeu ao Arlindo Gonçalves, filho de João Gonçalo.
Um abraço aí para o Rio, já é tempo de nos fazer uma visita e conhecer as novas gerações da família que não para de crescer.
Nuno Afonso dos Santos

De leonor moreira a 26 de Maio de 2009 às 09:25
Pelas fotos,penso que estivemos neste local à procura da mina que foi da família Ferreira,mas a chuva,a vegetação,impediram-nos de a encontrar...fomos na companhia do nosso guia,Sr.Zé do Forno,companhia sempre muito agradável.Ojipe encaminhou-nos para a esquerda,naquela ponte azul,não sei bem se era por ali.Temos de lá voltar,é um local lindo!Ainda sem poluição.
Abraço
leonor e lídia
De Nuno Santos a 26 de Maio de 2009 às 21:14
Olá,
O local dessas fotos é denominado por Barro Vermelho. Aí havia uma grande barreira donde se extraía o barro para a cobertura dos fornos de lenha. Fornos onde se cozia o pão que se comia em Outeiro Seco. Agora a maioria desses fornos estão inactivos porque o pão é distribuído de porta a porta pelos vários padeiros oriundos de Chaves ou Faiões. Quanto à mina do Cabeço ela está de fácil identificação e agora acessível de jipe e até mesmode carro. No post " Da Mina ao Tanque II " de 30 de Setembro de 2007 está lá descrita a históriada mina.
Cmp.
Nuno Santos
De leonor moreira a 26 de Maio de 2009 às 22:13
Olá Nuno
Obrigada pelo esclarecimento,já imprimi a informação.
Cumprimentos
leonor

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos