Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Troço do caminho do Arco, sonho tornado realidade

outeiroseco, 21.06.09

Aquilo que parecia impossível tornou-se, neste Sábado, uma realidade. O troço que liga o caminho do Arco com o “caminho do Cavadas”, que há algum tempo parecia impossível teve ontem o início, à muito sonhada. Numa iniciativa da Junta de Freguesia de Outeiro Seco, sob a coordenação do tesoureiro da Junta, Carlos Xavier, realizaram-se as respectivas negociações com os proprietários, Dª Eugénia Moura e Herdeiros, Sr António Bernardo e Almor Chaves. Graças à sua generosidade foi possível a cedência de parte das suas propriedades para benefício comum, possibilitando, finalmente, o alargamento do Caminho com uma distância que permite a passagem de uma máquina de grande porte ou o cruzamento de dois veículos normais.

Como se disse a obra é da responsabilidade da Junta de Freguesia, mas para além dos elementos da Junta e seu funcionário outras pessoas deram a sua colaboração, que a foto documenta.

A Junta de Freguesia pede para transmitir o agradecimento aos proprietários dos terrenos e colaboradores.

Bem hajam a todos que já deram o primeiro passo para esta obra histórica e o pedido de ajuda de todos que a vão tornar uma obra de referência e de grande utilidade pública.

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    leonor moreira 21.06.2009

    Olá Lurdes,
    Estou convencida que alguem,ainda hoje nos vai dizer onde fica esse local.O meu palpite vai para a quinta do Sr.Cangueiro,com entrada pelo largo da escola...ía aí comprar tomates.Só mesmo quem está fora ,dá valor a estes melhoramentos.O Nuno costuma dar a localização dos sítios,talvez ele nos ajude...
    Abraço
    leonor
  • Sem imagem de perfil

    Nuno Santos 21.06.2009

    Olá,
    Seja bem aparecida, como está a decorrer a comemoração dos 900 anos do nosso primeiro rei? E o desfile correu bem? Com todo esse empenhamento, de certo que foi um êxito. Quanto à localização do caminho do Arco, apesar de não fazer parte das vossas rotinas, constato que ainda perdura uma boa memória. Não se poderá utilizar a metáfora “todos os caminhos vão dar a Roma” pois há várias rotas para chegar a esse caminho. A mais usual é seguindo pela Calheia da Poula, e chegando à ponte do sabugueiro, vira-se à esquerda, contornando a Quinta dos Montalvões. No próximo cruzamento vira-se de novo à esquerda. A parte do caminho agora beneficiado, vai apenas desse cruzamento até ao estradão do Cangueiro. Este estradão é privado, pertence aos herdeiros Montalvões. Começa junto ao recreio da escola, e termina no rio. Foi mandado fazer pelo Sr. Cangueiro e durante anos foi utilizado pelos camiões que retiraram os inertes (areia) do rio, sendo os responsáveis pela alteração da paisagem do nosso rio, assim como a diminuição do nível freático dos poços na veiga.
    O caminho chamado do Arco é muito comprido, passa no fundo da Touça e tem várias derivações para o rio Tâmega. Uma para o Caldeirão e outra para a Arenosa, deriva depois para poente, terminando na estrada das Antas defronte do Armazém do Ferreira & Filhos. Pena que os restantes proprietários confinantes, não estejam disponíveis a colaborar com a Junta, cedendo o terreno necessário ao seu alargamento. Numa óptica meramente racional seriam mais os ganhos que as perdas com essa medida. Mas enfim todos sabemos do apego das nossas gentes à terra ainda que isso prejudique o desenvolvimento e o progresso.
    Um abraço,
    Nuno Santos
  • Sem imagem de perfil

    leonor moreira 22.06.2009

    Muito bem Nuno!É isso.Quanto às comemorações (cortejo histórico,da minha responsabilidade)correu bem.Hoje à noite,temos um torneio medieval nos campos de S.Mamede,à noite,tb no âmbito das comemorações dos 900 anos do nascimento do primeiro rei.Obrigada pela explicação.Não sabes,mas disse à lurdes que nos ias esclarecer...
    cmps
    leonor
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.