Quarta-feira, 24 de Junho de 2009

Destes se colhem as melhores castanhas

 

São castanheiros em flor. Confesso que nunca tinha admirado, de perto, tal beleza. Escasseiam os castanheiros na nossa terra. Na veiga junto rio pequeno ainda se podem observar os troncos de alguns, memórias antigas de muitas histórias. Histórias de amor e de desgraças, que alguém se encarregará de contar. Alguns jovens agricultores fizeram recentes plantações, talvez mais para madeira que para produção do precioso fruto, mas cujo proveito só os vindouros o aproveitarão.

Estes são da Ribalta que, mesmo sem os cuidados merecidos,  a fauna e a flora primam pela diversidade ecológica e liberdade de acção.

Bem, quanto aos comentaristas têm mesmo graça, um complemento às imagens que todos os dias se disponibilizam. Quanto ao encontro dos amigos deste Blog estariam de acordo, lá para o fim do mês de Agosto, fazermos uma festinha. Que dizem? Animem-se e dêem sugestões. Todos os motivos são bons para um encontro de amigos próximos ou distantes.

 

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 23:13
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De Anónimo a 25 de Junho de 2009 às 16:19
Ao Administrador deste blog e autor das fotos, podemos mesmo dar os parabéns e dizer que parece ser fotógrafo de profissão imagens lindas que nos faz lembrar estrelas do mar, como refeiu a Lurdes num dos seus comentários. Continue Sr. Administrador sempre acompanhado da sua objectiva e mostre-nos as maravilhas que com ela consegue captar.
De Lurdes a 25 de Junho de 2009 às 16:52
O Leonor outro anónimo mais para a colecção ...que sigam os comentários eu me retiro já não sei mais que dizer...cmp a todos
De leonor moreira a 25 de Junho de 2009 às 20:15
Ó Lurdes,este anónimo é o João,filho do Sr.Manel que trabalha no Canadá.Através da sua voz,é esse mesmo.Em criança ia com o Geno ao rio apanhar peixes(coitadinhos)e aproveitava para comer umas castanhitas que caíam do Sabugueiro.Quanto às flores dos castanheiros,sáo lindas!Mas o Manel gostava era do fruto.
cmps
P.S.Há aqui qualquer coisa errada...
De Lurdes a 25 de Junho de 2009 às 20:29
O Leonor estas 100% correcta alguma coisa anda bem mal......que será ???? Vamos toca lá adivinhar vai haver a premio surpresa...mas desde já lhes digo que não e café .

cmp a todos!
De leonor moreira a 25 de Junho de 2009 às 21:39
...não esquecer a cegonha!
cmps
De MANUEL FERRADOR a 25 de Junho de 2009 às 15:21
As imagens que a Mãe Natureza nos oferece em todos os meses do ano são no mínimo fantásticas, e quando as mesmas têm como pano de fundo as flores, com toda a sua beleza e exuberância de cores, as palavras escasseiam para as classificar adequadamente. Pena é que a vida trepidante, cheia de stress, por vezes louca de movimentos , não nos deixa tempo necessário à sua apreciação. Quando nos deleitamos sobre a mesma Natureza, ela faz-nos bem à alma e enche-nos o coração de felicidade, tornando-nos devedores por tudo que o Criador nos oferece gratuitamente.
Bem haja quem nos faz despertar para esta realidade através deste Blog, sem o qual, passaríamos sem nos deter.
De Lurdes a 25 de Junho de 2009 às 14:41
Olá a todos! Em verdade as fotos estão bonitas observem bem e digam lá se a flor do castanheiro se assim se pode chamar tem uma semelhança com as estrelas do mar.....Leonor e anónimas ai esta o convite/encontro no verão Que pensão ? Leonor que dizes esta e uma boa oportunidade para conhecer a todos os anónimos ..no fim de Agosto? Não sei , vou dar uma vista de olhos na a minha agenda.........
De Nuno Santos a 25 de Junho de 2009 às 10:22
Longe vai o tempo em que na nossa veiga, do Sabugueiro à foz do Rio Pequeno, havia era uma espécie de souto de castanheiros. Havia nessa zona em cada propriedade um ou dois castanheiros, que ajudavam a variar as refeições nocturnas de muitas famílias, nos meses de Novembro a Janeiro, sobrando sempre um magusto, para os vizinhos que não possuíam terras na veiga.
Trás os Montes, é por excelência uma região de produção massiva da castanha, mas a sua zona de implantação ocorre mais na Montanha, nos limites dos concelhos de Chaves, Vinhais e Valpaços, porque a sua produção requer solos e climas mais secos e frios, em contraste com os períodos de nevoeiro que perduram nas nossas manhãs de inverno, que fazem com que a nossa castanha, não tenha a capacidade de se preservar em condições de qualidade durante mais que dois a três meses. Em Outeiro Seco como terra abençoada que é, temos de tudo, o castanheiro também não podia faltar, embora confinado praticamente à zona da Finteira. Ultimamente temos assistido ao seu desaparecimento, muito por culpa da não replantação e a que tem acontecido, tem sido na óptica do subsídio dependência, sabendo-se que pelas razões atrás citadas, a castanha não é uma cultura adaptada à nossa aldeia. Outro dos principais inimigos do castanheiro na nossa terra, tem sido as trovoadas. Muitos se recordarão ainda da enorme carcaça de castanheiro, que havia no lugar do Podre, agora propriedade do Carlos Barrocas, que dava para albergar da chuva no seu interior, três ou quatro pessoas, e que tinha sido destruído precisamente por um raio. Também no lugar da Paixão a Quinhas Félix foi salva de um raio porque segundos antes saíra debaixo do castanheiro para ir virar a água do rego que já chegara ao fundo. Muitas outras histórias há, de pessoas que viveram situações provocadas por raios nas proximidades dos castanheiros. Mas enquanto se mantiver a ara romana na capela da Senhora do Rosário, Outeiro Seco estará protegida por um escudo que a livrará dos raios. “O povo dixit.”
Um abraço,
Nuno Santos
De leonor moreira a 25 de Junho de 2009 às 10:42
Bom dia Nuno,
Há um ano atrás,uma dúzia de castanhas ficaram esquecidas dentro de um saco plástico.
Quando reparei,estavam a grelar.Meti-as na terra de um vaso e passados dias estavam cheias de folhas novinhas.Ainda ontem falei com a minha irmâ sobre isso e desencantou-me:isso só dá castanhas de brincar!...
Podíamos plantá-las num sítio qualquer em Outeiro Seco,pedir ao Sr.Zé para as ........falta-me a palavra.
cmps
De Anónima a 25 de Junho de 2009 às 11:36
Bom dia Leonor........... com muita pena minha mas não adivinhei quem és que importa isso, importa sim o nosso comentário e a nossa amizade concordas comigo???????

vou-te dar uma ajuda pedimos ao Srs. Zé para as enjertar era isso Okei muito bem .......

Adoro um bom magusto nas noites frias de Inverno....

Aproveito para desafiar os Outeirosecanos lá para os lados de França ( João Landa ) pois sei que visitam o blog, estamos á espera do vosso comentário com ou sem nome não importa interressa é esta amizade de vários pontos do mundo ........... Não acham???????????? bj Bom dia
De Andreia a 25 de Junho de 2009 às 12:17
Bom dia Anónima ... permita-me a correcção ... enjertar não existe, será enxertar!!!

Cumprimentos,
Andreia.
De anónima a 25 de Junho de 2009 às 15:07
Okei .
Andreia obrigada o meu Português está meio esquecido................bj
De leonor moreira a 25 de Junho de 2009 às 21:30
Minha cara Joana,
O Sr.Landa já apareceu aqui comentando e muito bem,no post Chaminés,penso.
cmps
De Anónima a 26 de Junho de 2009 às 10:36
Bom dia a todos
Leonor e para ti também ........
Quem é essa Joana????????????

Sim mas já lá vai algum tempo , convém que venham mais vezes comentar e entrar em conversa conosco

Bj bo fim de semana
De leonor moreira a 26 de Junho de 2009 às 12:19
Bom dia,
A todos os anónimos será atribuido um nome.Agradecemos que e ponham em fila.Cada um terá de escrever 1...2.........3.......4
consoante o lugar q ocupem.
Tu,serás a Joana e anónima número 1.
Serve?
A outra anónima é a Andreia,já não precisa de registo...e por aí fora.Quando nos encontrarmos,poderemos fazer a chamada :
anónimo 1,......
Brinquemos,que é saudável!
bom fim de semana para todos.







De anónima a 26 de Junho de 2009 às 14:12
Okei Leonor aceito
Então fico a anónima nº1 "Joana"
Um dia destes já nem sei o meu nome próprio.....
O administrador que faça a festa pois nós lá esteremos...........
Prometido???????????????
Bom fim de semana
De Anónimo a 25 de Junho de 2009 às 18:15
boa tarde Leonor que bonitos os castanheiros são já não me lembrava como era flor dessa arvore mas sim me lembro quando ia para o rio aos peixes de apanhar algumas castanhas que caia na terra. xau dos states geno
De leonor moreira a 25 de Junho de 2009 às 21:37
Olá Geno,
As estrelas do mar são muito giras,principalmente quando sobem pelos castanheiros acima a mando de uma boa máquina fotográfica e lá ficam...
Subir é fácil,descer é sempre penoso.Na vida,digo eu!...um abraço à tua irmã lula.A esta hora deve estar ansiosa por sair do trabalho,não?
cmps
De Anónimo a 25 de Junho de 2009 às 00:32
São realmente muito bonitos. De certo que se sairmos por aí de máquina fotográfica na mão não faltarão imagens para tornar eternas. São estes frutos da mãe Natureza, que nascem com tamanha simplicidade e crescem ainda mais simples e simultaneamente tão perfeitos e belos, que dão sentido muitas vezes à nossa própria existência como Humanidade.
Gostei particularmente do efeito de cores criado pela luz na óptica da máquina, e que se vê na fotografia, como se fosse pintado (pela mão de quem?)

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos