Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

As Flores do meu jardim

outeiroseco, 30.06.09

Depois de tanta agitação falar, observar, cheirar e oferecer flores é relaxante e torna as pessoas mais fraternas e amigas. Nada de guerras e ódios. Amor e paz.

Por isso vos trago hoje as flores que me rodeiam, algumas nascem da própria terra, outra oferecidas pelos amigos (Ulisses obrigado pelas flores que não precisam de rega) e alguns são mesmo importadas. Lugar repousante, com as cegonhas de fundo, admirando os seus movimentos, os seus afectos e as suas aspirações…

Que sejam todos muito felizes e divirtam-se.

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Lurdes 01.07.2009

    Ouviram o que disse a Leonor? Cuidado muito cuidado com esses namoros em lugares proibidos....depois não culpem a cegonha.....olhos bem abertos.....

    Um abraço !
  • Sem imagem de perfil

    Andreia Félix 01.07.2009

    Vejo que estão cheias de energia ... já almoçaram? Eu cheguei agora do meu ... comi umas belas lulas e um creme de cenoura, não podem faltar-me as forças durante a tarde!!! <Oh Lurdes ... Lurdes com a minha avozinha ... lembraste de mim? Já nos conhecemos?! Só me recordo do teu irmão, e vagamente, pois ainda me leva uns largos aninhos. Olha, eu também simpatizo com o Obama ... não o acho particularmente bonito, mas gosto da pessoa ... arranja também um autografo para mim!!! Bjocas para vocês, Andreia.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.