Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

A Mina da Quinta dos Montalvões

outeiroseco, 18.09.08

 

No âmbito da construção do campo de Futebol da Quinta dos Montalvões, foi posta a nu a mina existente há já muitos anos. A água proveniente desta mina servia o Solar dos Montalvões, pois foram descobertos tubos de ferro e existiam, ainda há pouco tempo, torneiras no exterior do Solar. Gostaríamos de poder contar com o testemunho do Joaquim Ferrador que frequentou o Solar e era amigo da família Montalvão. Quanto à mina esperamos a disponibilidade de algum(s) corajoso(s) para pesquisar o interior da mina e fazer a sua limpeza para posterior analise da água.

55 anos depois, todos em boa forma

outeiroseco, 16.09.08

 Estas fotos gentilmente tiradas e enviadas pelo amigo Artur, marido da Carminda, mostram o encontro dos Outeirosecanos nascidos em 1953.

É que há 5 anos atrás ficou agendado um novo encontro por altura da festa. Aconteceu no Sábado antes da festa e mesmo com a ausência de alguns decorreu bem animado e a promessa de nos juntarmos daqui a mais 5 anos. Esperamos que os cerca de 20 que constituem o grupo estejam, nesa altura, todos de boa saúde para comemorar mais um convívio.

E que este bom exemplo se repita por mais grupos. Os convívios fortalecem as amizades.

Os anjos em terra, de várias festas

outeiroseco, 15.09.08

Contam-se várias histórias, que muito agradecemos que sejam (re)contadas nos comentários, acerca dos "anjinhos da festa". O administrador deste blog já foi vestido como este último menino e recorda-se do imenso calor e do incómodo da coroa de espinhos que levou. Contam-nos que em tempos idos os anjinhos iam em cima dos andores. Restam alguns, poucos, voluntários que dão cor à procissão e alegram a festa.

Terminou a festa a vida continua

outeiroseco, 13.09.08

 

 

Acabou a festa. Que bom seria se continuasse por mais algum tempo.

Voltamos ao trabalho. E voltamos ao que é preciso terminar. O muro do Arco. Mais um dia de trabalho, mais amigos a ajudar, mais pessoas a dar o seu património para o bem público, mais convívio e ar puro, … enfim,…vale a pena o esforço porque todos vão ganhar.

As Pessoas fazem a festa

outeiroseco, 11.09.08

 

 

Os espaços e o tempo marcam o encontro. As pessoas dão-lhe vida. Aqui se mostram alguns momentos, de entre a centena de acontecimentos que ocorreram durante a festa.

Gestos de nobreza e gratidão, amizade e alegria, sentido de oportunidade e tradição, a admiração pelo discurso, enfim uma panóplia de momentos que fazem desta festa uma das mais belas e concorridas do concelho.

8 de Setembro, uma festa memorável

outeiroseco, 09.09.08

 

Aconteceu no dia 8 de Setembro de 2008 a festa em honra de Nossa Senhora da Azinheira, em Outeiro Seco. O programa foi integralmente cumprido, com uma participação elevada em alguns momentos e normal noutros. Quem ama  a terra tudo que aconteceu foi muito bom, pelo convívio e pela qualidade das acções desenvolvidas. O fogo foi o momento alto que não ficou dúvidas em alguém que foi o mais bonito e de maior qualidade de todo o concelho.

Parabéns para as Comissões, dos casados e solteiros, pela esforço, dedicação, empenho e pelos meios que conseguiram para concretizar o projecto previsto.

Esperamos ainda a realização da festa em honra do padroeiro S. Miguel, em 29 de Setembro e finalmente a passagem do testemunho às novas comissões.

Bem hajam todos que tornaram possível esta bonita festa

A festa já começou. Vamos festejá-la

outeiroseco, 07.09.08

Hoje, Domingo a tarde foi animado pelo amigo e conterrâneo Vitorino Chaves. Com a sua aparelhagem e com a ajuda da Casa de Cultura, animou todos os presentes no Largo do Tanque, com muita e variada música. Foi do agrado de todos e os agradecimentos mostraram a gratidão da sua disponibilidade, a que o Vitorino já nos habituou.

Pelas 21h00 saiu a procissão de velas, com missa seguida de visita ao cemitério. Na igreja já se encontravam alguns Santos enfeitados que deram uma mostra de desfilarem numa bonita procissão que ocorrerá depois da missa das 11h00.

O programa é o tradicional, com as bandas à tarde e noite, com um conjunto musical e a afamada descarga de fogo, onde se esperam milhares de pessoas.

Vamos todos participar e animar a nossa tradicional festa em honra de Nossa Senhora da Azinheira.