Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Bancadas do Polidesportivo

outeiroseco, 18.03.09

A Junta de Freguesia está a ultimar as obras no Polidesportivo e Balneários: electrificação e pintura dos balneários, iluminação do ringue, construção de bancadas e retirar a rede em frente às bancadas.

É este projecto que se pretende levar a efeito até ao mês de Junho.

Agora estão a ser concluídas bancadas, divididas em duas partes, com 3 escadas e levam cerca de 100 pessoas. Não retira a visibilidade do campo, sobrando espaço envolvente para ver quem não se queira sentar.

Assim se melhora as condições de quem assiste aos jogos.

Está a chegar o torneio das Freguesias. Vamos lá pessoal a treinar e o objectivo é passar à 2ª fase e fazer alguns jogos no Pavilhão Municipal.

Partilho convosco os meus encantos

outeiroseco, 17.03.09

Por estes espaços me alegra a alma e me conforto com a beleza da natureza. Esta é uma época muito especial. As flores são o expoente máximo de uma planta e tendo a primavera vindo mais cedo todas quiseram dar-lhe as boas vindas.

Partilho convosco os encantos do meu jardim e pomar.

Concerteza que próximo de vós também existem belezas iguais a estas. Por favor enviem-me as vossas vistas, se possível acompanhado de um pequeno texto, que aqui serão expostas. O Ulisses tem um jardim e animais domésticos que nos encantam, o Nuno tem em Lisboa dos mais raros jardins do mundo, o Ferrador agora dedicado à agricultura (part-time) tem os seus contactos, a profª Manuela Miranda (esposa do Victor Afonso) é uma das maiores especialistas na matéria….e tantos amigos e amigas que nos podem ajudar. Vamos lá enviar fotos para o email do blog…fácil a realização.

Sejamos mais solidários e partilhamos com os demais as nossas alegrias. De tristeza está o mundo cheio.

A mestria da Enxertia

outeiroseco, 16.03.09

Pedimos ajuda ao Sr Helder para nos enxertar umas Pereiras. Guardou em tempos uns ramos de fruta de qualidade, de diferentes grossuras e guardados em água para não secarem. Muita técnica para executar com perfeição o sistema de “encosto”. Pois bem quem não sabe aqui vai uma explicação simplificada. Escolhe-se um ramo de uma determinada espessura e faz-se um corte horizontal. Escolhe-se um enxerto da mesma espessura e corta-se, escolhendo a parte do “lombo”, com uma navalha própria, ficando espalmado, como mostra a figura. Executa-se a mesma operação no ramo da árvore e finalmente faz-se uma reentrância em ambos os ramos. Depois de bem encaixados, parecendo um único ramo, faz-se o isolamento, primeiro com fica adesiva, enrodilha-se  ráfia e finalmente fita adesiva. Pronto já está. Parece fácil dizer…mas o difícil é executar e com êxito. Passados alguns meses verifica-se se pegou. Alguns falharão mas outros vingarão. Os que tiveram êxito tem de se retirar toda a amarração. Vamos pois ficar com uma pereira de duas qualidades, que por graça pode ter mais variedades.

Mas o que é o administrador percebe de poda?…nada ou quase nada. Os registos foram feitos, para explicar aos mais jovens que não sabem destas coisas. Agora é só computador Magalhães…está tudo lá…e a fruta só mesmo nos hipermercados.

Nova Pia no Fontanário. Uma localidade limpa e bonita

outeiroseco, 15.03.09

Visitamos hoje de manha, com olhos de ver e verificamos algumas alterações que nos agradaram. O novo Fontanário do Largo do Tanque, apresentava uma novidade. Uma nova pia rectangular, perfeitamente enquadrada na arquitectura original, tornando o Fontanário ainda mais bonito. A principal função é evitar que a água não “esperrinhe” para as pernas dos utilizadores.

Também vimos avisos de herbicida, que é a forma mais prática de eliminar as ervas, significando que é preciso ter algum cuidado com os animais, pelo menos 24 horas.

A Henriqueta que trata da manutenção do Coberto e casas de banho, encontrava-se no exercício das suas funções. Queixou-se dos ciganos que deixaram muita sujidade e era preciso por tudo em ordem. Trabalhos a crescidos.

Tivemos conhecimento que se iniciarão, já na Segunda feira a construção de umas mini bancadas no Polidesportivo, para dar melhores condições aos assistentes dos jogos que se avizinham: Torneio das Freguesias e Torneio Inter-bairros, para além da ocupação diária.

 

Ir de carro até à vinha. Atenção ao estado dos muros

outeiroseco, 14.03.09

Ontem não foi possível colocar o habitual post, devido a afazeres profissionais. As nossas desculpas.

Falamos de obras, que habitualmente não são visíveis pelos residentes embora sintam os seus efeitos, pela positiva., nomeadamente os mais directamente envolvidos.

Como é do conhecimento da generalidade da população, a empresa Águas de Trás-os-Montes e Alto Douro (cujo responsável máximo foi o Dr Alexandre Chaves, agora o novo Governador Civil de Vila Real) está a instalar um complexo sistema de condutas e estações elevatórias, de Saneamento Básico, até à ETAR que se situará na Estrada de Braga. Pois bem a Empresa executante da obra é a Mota Engil (uma das maiores empresas de Portugal) instalou parte da conduta, nomeadamente na Estrada das Antas e Caminho da Mó, no que respeita à nossa Freguesia. A pedido da Junta de Freguesia foram chamados ao local as duas empresas para verificar o estado do caminho e os danos causados nos muros e terrenos anexos. Foram detectadas várias anomalias que vão ser corrigidas, mas pedem para os proprietários apresentarem as devidas queixas, a qualquer uma das empresas ou dar conhecimento à Junta de Freguesia.

Também se arranjou um caminho para os lados do Vale de Salgueiro o qual não oferecia as melhores condições para quem pretendia tratar dos seus terrenos. A pedido de alguns proprietários, que não chegavam às vinhas de automóvel, deu-se um arranjo para permitir o acesso nas melhores condições. As máquinas foram cedidas pela Autarquia mas sob a coordenação da Junta de Freguesia, cujo controlo foi do Carlos Xavier.

 

Pormenores que nos ligam à Terra

outeiroseco, 12.03.09

A nossa localidade sofre todos os dias pequenas alterações, que aos pouco a vão descaracterizando, naquilo que os antepassados nos deixaram. A geração a partir dos 40 anos lembra-se de uma aldeia rural, com um casario tradicional, que aqui deixamos alguns pormenores, mas aos poucos tudo desaparece e os novos matérias dão mais vida e mais cor a nossa Terra…enfim coisas dos novos tempos…fica a saudade e alguns registos para a memória futura.

Um espaço bonito e simpático

outeiroseco, 10.03.09

O nosso ribeiro já não tem a vida de outros tempos. No largo anexo as crianças e jovens divertiam-se alegremente com a prática dos jogos da época. As águas corriam límpidas e como era animado com os banhos que se tomavam, iniciando-se muito cedo. Por vezes tínhamos frio e dizíamos…maleitas, maleitas para a casa das…também havia peixes que subiam o rio, desde o Tâmega e a pesca à mão era uma habilidade só ao alcance alguns. As cobritas do rio metiam algum receio. As mulheres lavavam a roupa e as tripas do porco ou mais recentemente os sacos da vindima. Agora é mais a raça cigana que utiliza, de vez em quando, esse espaço, nem sempre de uma forma asseada.

Alegramo-nos com as imagens, bonitas de se verem, que durante 3 meses podemos deliciar-nos e admirar a água a correr e de vez em quando, alguns nabos, trochos de couve, uns farrapos…enfim apenas esporadicamente.

O apelo para a preservação do ambiente rumo a uma nova civilidade.

Esperam-se os apelos ao civismo e defesa do ambiente

Ampliação do Cemitério em curso

outeiroseco, 09.03.09

 

Como é do conhecimento geral o cemitério (parte velha e nova), está a ficar esgotado. A Junta de Freguesia já anunciou que iria aumentar o cemitério para a parte sul, nos terrenos do Sr Domingos Tenreiro (ofereceu uma tira de terreno) e do Sr. Abílio Morais (a Junta comprou).

As obras vão iniciar brevemente, através da construção de um muro de suporte de terras, por forma a ficarem sensivelmente ao mesmo nível do cemitério novo. É uma obra custeada pela venda da ex-vacaria. Esperamos que seja uma construção que fique bem enquadrada, conforme planta anexa, e possa resolver o problema das sepultadas por alguns anos.

8 Março, dia Internacional da mulher. A nossa homenagem

outeiroseco, 08.03.09

Hoje, 8 de Março, comemora-se o dia internacional da Mulher. Uma pequena explicação que justifica hoje ser esse dia.

Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher". De então para cá o movimento a favor da emancipação da mulher tem tomado forma, tanto em Portugal como no resto do mundo.

O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher.

 

Por isso hoje lembre-se das mulheres, que cada vez mais vão dando cartas em vários campos. Veja-se o ensino superior, em muitos cursos as mulheres já são maioritárias e começam a dominar alguns sectores da vida empresarial e política. Na família são a personagem fulcral, nomeadamente na educação dos filhos.

Um dia as mulheres serão o poder.

Por isso aqui lhe prestamos a devida homenagem, oferendo flores com carinho e estima. Muitas felicidades e que passem um bom dia.