Terça-feira, 1 de Fevereiro de 2011

Porto-Benfica. Repetição ou desforra?

 

Na Quarta-feira vai decorrer o jogo Porto-Benfica, no estádio do Dragão, para a Taça de Portugal. O Blogue vai ter lá um repórter que dará conta das principais ocorrências.

Deixamos aqui um pouco de história destes dois clubes

 

O emblema do FC Porto

O actual emblema do FC Porto, apesar de ter sofrido algumas alterações durante a sua história, ainda mantém alguns traços do símbolo que inicialmente foi concebido para promover e identificar o clube.

O primeiro emblema do FC Porto foi criado em 1910. Um símbolo muito simples: uma bola de futebol azul com as iniciais FCP a branco. Em 1922, o emblema do FC Porto sofreu a maior alteração de toda a sua história, ficando muito próximo daquele que hoje conhecemos. O mentor do novo emblema foi um antigo jogador do FC Porto, Augusto Baptista Ferreira, mais conhecido por Simplício, que resolveu unir o símbolo do FC Porto ao brasão da cidade (que em 1940 também foi alterado, passando a ser aquele que conhecemos actualmente). Simplício criou um emblema belíssimo, com muita história associada e bem representativa da cumplicidade entre o clube, a cidade do Porto e as suas gentes. Sobre a antiga bola de futebol azul foi acrescentado o brasão da cidade (na foto), onde estão as armas que D. Maria II atribuiu ao Porto em Janeiro de 1837, com a figura do Dragão no topo, um símbolo de misticismo e de poder, e em cujo pescoço está uma fita com a palavra Invicta. Um título acrescentado aos que a cidade na altura já possuía: Antiga, Mui Nobre e Sempre Leal.

 

O emblema do S C Benfica

O Emblema do Benfica é sem dúvida alguma o seu maior símbolo. O emblema foi elaborado entre 13 de Dezembro de 1903, quando surgiu a ideia de criar o Clube e a data da sua fundação, a 28 de Fevereiro de 1904.
O emblema actual resulta da sobreposição de dois emblemas e não de uma fusão com a criação de um outro símbolo. É também visível que o emblema principal, o que está em primeiro plano é o do Sport Lisboa. O emblema mostra bem o propósito que levou à junção do Sport Lisboa com o Sport Clube de Benfica a 13 de Setembro de 1908,
O simbolismo
O emblema do Benfica tem uma composição fortemente simbólica, a saber:
Um escudo bipartido com as cores do equipamento, a metade esquerda de cor vermelha e a direita de cor branca e que significam alegria, colorido e vivacidade como base de entusiasmo na luta em desporto;
Ao meio do escudo, um listrão com a abreviatura (sigla) do nome do Clube, sobre uma bola de futebol, a principal razão de ser da nova agremiação desportiva;
Ao encimar o escudo uma águia de asas abertas, animal heráldico de grande significado autoridade, força, vitória e orgulho, símbolo de elevação de propósitos e de espírito de iniciativa;
Por baixo da águia, nas suas garras, entre ela e o escudo, uma faixa com a divisa E Pluribus Unum (Um por todos e todos por um). Ao que parece, a divisa teria sido escolhida ou sugestionada por Félix Bermudes, fazendo a apologia da união e do espírito de família que caracterizou a criação do Clube.
A águia é o principal símbolo do emblema identificando o Clube com as características dessa ave.
Um emblema inalterado desde 1930
Curiosamente, o emblema seria definitivamente estilizado em 1930, ou seja, o ano em que o Benfica venceu pela primeira vez o Campeonato de Portugal.

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 20:53
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos