Sábado, 7 de Maio de 2011

As Maias e outras flores que nos encantam

Há poucos dias assistimos à apresentação do livro "As Maias - entre mitos e crenças", do escritor Jorge Lage, com a presença do Padre Lourenço Fontes, na Biblioteca Municipal de Chaves. Recomenda-se a leitura deste interessante livro.

Foi com prazer que agradeci ao autor o elogioso artigo que escreveu, num jornal de Mirandela, a propósito do "Crescem pães pelos outeiros".
No nosso território já estão floridas as Maias amarelas e outras árvores e arbustos mostram a sua beleza e esplendor. Estas são as melhores que rodeiam o meu habitat, algumas delas tratadas com muito carinho, mas outros há tão ou mais bonitas a enfeitar montes e vales.
Desfrute das maravilhas da natureza. Sejam felizes pelo que a natureza nos disponibiliza.

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (23) | favorito
Quinta-feira, 5 de Maio de 2011

Duas equipas do Norte na Final da liga Europa

Parabéns às equipas do FCP e do S. Braga

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 22:13
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 4 de Maio de 2011

Museu Etnográfico Virtual de Outeiro Seco

Este objecto, herdado da minha mãe, que terá mais de um século foi uma peça de cozinha tradicional  de Outeiro Seco.

Para uma descrição mínima diria: vasilha de barro,  larg. 17cm, alt. 14cm, mais de 100 anos, guardar unto, rojões no unto,...

 


 

Caros amigos:

Quero apresentar-vos um projecto – Museu Etnográfico Virtual de Outeiro Seco – e por isso vos peça toda a colaboração que possais dispensar.

Entendemos, nesta 1ª fase, por museu etnográfico um conjunto de  peças que façam parte da história da nossa terra (Ex: máquina de costura, arado, fotografia antiga, peça de cozinha, alfaias agrícolas, rádio antigo, vestimenta religiosa.)

A ideia consiste em registar a maioria das peças, se possível todas as existentes em Outeiro Seco, que poderiam fazer parte de um futuro museu etnográfico real.

Por isso temos de partir à procura dessas peças, fotografá-las e fazermos um arquivo desse património. Se a ideia tiver pernas para andar, vamos construir uma página na internet, onde trataremos de assuntos relativos ao museu (foto das peças, membros fundadores, regras, novas ideias…)

Alguns pedidos simples que vos faço:

1º - Seja “membro fundador” (poderá ter outra designação posteriormente). Apenas tem de se comprometer a descobrir e enviar uma foto e descrição - nome, matérias, dimensões, data (se possível), e utilização -, pelo menos, de 3 peças para o museu virtual; por favor enviar para o email do Blogue essa confirmação – “pretendo ser membro fundador do Museu Virtual de Outeiro Seco de acordo com as regras propostas”;

2º - O “membro fundador” deverá procurar preservar essas peças, quer elas sejam suas ou de alguém amigo;

3º - O “membro fundador” fará parte de uma Assembleia-Geral do museu virtual que vai tomar algumas decisões, entre as quais a escolha das peças propostas pelos membros. Pois nem todas reunirão as condições necessárias.

Colabore…seja membro fundador…vamos preservar e divulgar a nossa cultura

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 1 de Maio de 2011

O Atelier do Papá

Agradeço as colaborações dos amigos João Santos (fotos) e Albertina Ferrador (texto)

Decorreu, nesta semana um espectáculo de teatro, do Grupo Cénico da Universidade Sénior do Rotary de Chaves, com o TEF sempre esgotado. Com muita pena minha não me foi possível assistir, mas parece que vou ter a oportunidade de o ver em vídeo. A nossa conterrânea Albertina teve um excelente desempenho e o apoio de bastidores do José Jaulino. Parabéns amigos.

Um cheirinho do conteúdo da peça.

"A peça chama-se "O ATELIER DO PAPÁ" e foi levada à cena pelo Grupo Cénico da Universidade Sénior do Rotary de Chaves. É da autoria de Laurette Gerussi e foi traduzida do Francês, assim com encenada por Manuela Rainho.

A história desenvolve-se à volta de um atelier antiquado,  herdado por Edmunda Gatão, cujo marido e administrador do referido atelier, muito mulherengo, o deixa entrar em plena decadência e decide vendê-lo.  É aí que a esposa e verdadeira dona do atelier, querendo preservar a sua herança, decide aliar-se aos empregados e revolucionam o funcionamento do atelier, aproveitando o talento de todos, fazendo um desfile de alta costura, com os modelos desenhados por um empregado de jeitos "efeminados".

Resultado: vencem os empregados e a verdadeira dona, preservando os respectivos postos de trabalho.

 Tudo isto, com momentos verdadeiramente hilariantes pelo meio"

 

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 21:12
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos