Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Relíquias que se partilham

outeiroseco, 28.02.10

Recebi este bonito postal do amigo Dr Costa que muito me alegrou e surpreendeu. Pediu para ser publicado, que faço com muito gosto, partilhando com os demais as relíquias que devem ser guardadas na intimidade. Os agradecimentos sinceros ao amigo Costa por estas surpresas que me deliciam. Trata-se de um postal “made in França”, datado de 1933 enviado para o Brasil da minha mãe para a irmã da mãe do Dr. Costa, Dª Idalina. Ele chama a atenção para a frase “é por tu não estares afeita nessa terra” de facto com graça. Bom, este post tem também como objectivo repetir o apelo de colaboração com o livro Outeiro Seco antigo, através de fotos antigas e/ou textos alusivos…estamos a dar entrada na fase final e dentro em breve dar-se-á inicia ao arranjo gráfico. Vamos lá a colaborar pois se cada um der um pouco de si,  o conjunto resultará mais rico e toda a população beneficiará desta obra…as “Mãos Amigas” vão sorrir com os lucros do livro e bem vão precisar em breve…esperem por notícias

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.