Sábado, 21 de Agosto de 2010

"No Outeiro das lembranças" ...simplesmente memorável

Noite memorável, inesquecível. Foi a apresentação do livro “No Outeiro das lembranças”. O evento teve lugar na Igreja Românica de Nª Srª da Azinheira, classificada de imóvel de interesse público. Por isso abriu as portas à cultura, com a devida autorização do Sr padre José Banha, a quem agradeço profundamente, e o lugar foi mágico, encantador. Bonita, engalanada, graças à colaboração de pessoas com gosto, Mais de 150 pessoas encheram por completo todos os espaços disponíveis e as honras da mesa foram para o presidente da Câmara, Dr. João Batista e Dr. Manuel Martins, nossos convidados. Foi gratificante estar rodeado de tantos amigos…as emoções estiveram sempre à flor da  pele…acontece quando se gosta da terra e tudo se faz com muito amor. Para que esta obra fosse possível foram muitos amigos a colaborar – autores de textos, mais de 40, pessoas que emprestaram fotografias mais de 50, colaboradores financeiros mais de 30, corretores de textos, colaborações especiais, empresas…no total mais de 100 pessoas envolvidas…bonito de partilhar com todos estas diferentes contribuições. O Blogue apenas uniu estes esforços e transpôs para o papel todas estas manifestações de saber, recordações, afectos, …. Valeu por tudo isto. As palavras do Sr Presidente, amigo de longa desta caíram fundo – a amizade reforçou-se. O Dr Manuel Martins foi eloquente…confirmou as expectativas – Outeiro Seco tem a mesma idade que Jesus Cristo e o altar pagão, em cima do qual se construiu um altar Cristão, de Santa Ana, é uma das  maiores descobertas Celtas no nosso País. No livro está a justificação. Pede-se a leitura atenta e discussão necessária à volta deste tema e saibam os Outeiro secanos aproveitar esta relíquia, estimá-la e pô-la à disposição de todos que a queiram visitar. No final foram oferecidos 25 livros à Associação Mãos Amigas, tal como previsto no projecto inicial, e também o Dr João Batista e o Dr. Manuel Martins foram agraciados com recordações. Os aplausos disseram tudo. A igreja repleta de pessoas, em pé, aplaudiu. Simplesmente emocionante e gratificante.

Nos jardins anexos o ambiente estava a preceito e muito bonito. Numa mesa os recursos humanos, competentes e simpáticos ofereceram livros aos colaboradores e fizeram as vendas. A curiosidade era muito e por isso esgotaram os livros disponibilizados pela Gráfica. Segunda-feira virão os restantes. A mesa da comida regional, também muito bonita, tinha de tudo. Cada um quotizou-se e não faltaram os ovos moles de Aveiro, os doces regionais de Guimarães e os pasteis e o presunto de Chaves, os bolinhos de bacalhau e os mais vaiados petiscos e bolos locais. As bebidas estiveram à altura da restante gastronomia. No final, já passava da 1 da manhã, foi a vez dos que ficaram darem uma mãozinha para ficar tudo arrumado. Muito obrigado a todos. Estamos todos de parabéns já que esta foi uma das maiores manifestações colectivas em que participei.

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 12:13
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos