Domingo, 4 de Março de 2012

RENOVAÇÃO

A palavra renovação existe no léxico do nosso idioma e pode significar muita coisa, como: tornar novo, melhorar, consertar, recomeçar, repetir, substituir por coisa melhor, dar o aspecto de novo a, trazer novamente à lembrança, reaparecer, suceder-se, rejuvenescer, aparecer de novo.

São todos estes eufemismos que me assolam, perante muitas das coisas que constato, nas minhas frequentes idas à  terra, pese embora eu saiba que, muitas delas, não são de fácil resolução.

Algumas porque são estruturantes, e, porque os tempos não correm de feição, como por exemplo nas que se prendem com o urbanismo, já que o sector imobiliário é um dos mais afectados, com esta crise. Ainda que seja uma dor de alma, observar tantas casas abandonadas, algumas quase em ruínas, em plena rua principal, para não falar daquela que, durante séculos, foi a nossa jóia da coroa, o solar dos Montalvões.

Mas há outras coisas que, em Outeiro Seco, carecem de renovação. E essas não dependem tanto da situação financeira, mas apenas, de alguma falta de brio e sobretudo, de um maior bairrismo e amor à terra. Eu sei que vivemos tempos difíceis, com os interesses pessoais mais diversificados, mas onde eu noto uma grande falta de renovação, ou tornar novo, ou ainda, um rejuvenescimento, é sobretudo na igreja e em tudo o que a rodeia, ainda que esse fenómeno, não se cinja apenas à nossa terra, sendo de âmbito mais geral.

Talvez por ter vivido um período da minha vida, paredes meias com a igreja, embora não tivesse sido um fervoroso militante, confesso-o, noto que há agora um maior distanciamento, quer no culto das missas, mas sobretudo, nas novenas. Segundo informação privilegiada, tem havido novenas apenas com a presença de cinco e seis pessoas.

Sem querer menosprezar as pessoas que, actualmente estão mais ligadas à igreja, antes pelo contrário, valorizo muito o tempo da sua vida pessoal que, dão, em prole desta causa, sinto porém que, existe de uma grande parte da população, um grande alheamento, sendo esse alheamento mais flagrante no grupo coral, onde se nota uma enorme falta de rejuvenescimento.

O grupo coral que tem como pilar o Eliseu, tem vários elementos, entre as quais, as minhas tias Ester e Justina Afonso e ainda, a tia Quinhas Bouças e a Lula que, cantam interruptamente há mais de sete década, (setenta anos). É tempo de fazer algo mais por este grupo, e entre os diversos sinónimos da renovação, escolher aquele que melhor se adapte a esta situação.

Eu acho que o ideal, seria o do rejuvenescimento, ou seja o aparecimento de pessoas mais novas, mulheres e homens pois um grupo coral tem mais valor e qualidade, se for misto, e mais valorizado ficaria se fosse acompanhado musicalmente, pelo que o movimento para a compra do órgão, tem de continuar.

A mobilização da nossa aldeia no tocante à igreja vai ser posta à prova, no próximo dia 25 de Março, o dia em que o senhor Bispo da Diocese de Vila Real irá visitar Outeiro Seco. Recordo-me que quando dessas visitas, havia despiques entre o Eiró e o Pontão, na decoração das ruas, e o Eiró ganhava sempre, isto sem facciosismos. Recordo-me ainda de irmos várias vezes beijar o anel ao Sr. Bispo, e o tio Lépido Ferrador gritar as vivas.  

- Viva o Sr. Bispo D. António Valente da Fonseca!

E o povo respondia em uníssono.

- Biba!

 

 

Nuno Santos

               

sinto-me:
publicado por outeiroseco às 09:56
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Marta André a 31 de Março de 2012 às 20:06
A falta de renovação prende-se com vários factores,sendo o mais importante a educação religiosa que estamos a dar aos nossos filhos. Se Deus tivesse mais importancia nas nossas vidas, conseguiamos transmitir isso aos mais novos e a renovação acontecia naturalmente. Eu sou uma priveligiada porque os meus pais me educaram assim e por isso colaborei sempre muito para essa renovação.Fui catequista muitos anos, pertenci ao grupo coral, e ainda hoje as poucas vezes que lá vou,(OUteiro SEco),ainda ajudo. Cabe a cada um por a mão na consciência e ver o que contribui para essa renovação. Falar é fácil. Marta André
De JAS FCP Nrº 102214 a 6 de Março de 2012 às 21:58
OLÁ PESSOAL DO NOSSO CANTINHO DA AMIZADE!
COSTUMA DIZER-SE QUE DEPOIS DA TEMPESTADE VEM A BONANÇA...ISTO HOJE APLICA-SE AO SL BENFICA, POIS DEPOIS DE UMA SERIE DE MAUS RESULTADOS O ULTIMO DOS QUAIS A DERROTA COM O FC PORTO, OS ENCARNADOS SEGUEM EM FRENTE NA LIGA DOS CAMPEÕES AO VENCEREM O ZENITE NA LUZ POR UM CLARO 2-0 , PARABÉNS SLB!
UM ABRAÇO PORTISTA E DESPORTISTA!
VIVA O
De Albertina a 6 de Março de 2012 às 11:56
Bom dia Amigos!

Realmente parece que de repente toda a gente decidiu encolher-se e não comentar. O Amigo Nuno, toca aqui em vários pontos, que na nossa Terra, são um bocado complicados de resolver. As pessoas desinteressam-se e às vezes ainda criticam aqueles que fazem e dão o melhor que podem e sabem. A juventude é dificil de captar, talvez os mais velhos também não o saibam fazer da melhor maneira. Mas no que diz respeito a este cantinho, vamos continuar a fazer dele o "Cantinho da amizade", não é assim? Bora, lá pessoal.
Um abraço.
De outeiroseco a 6 de Março de 2012 às 09:18
Olá Pessoal
Vim aqui só para experimentar se o sistema funciona bem.
Estranho a ausência de comentários. Venham lá uns olás...e mais qualquer coisita
Boa semana para todos
Altino

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos