Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Postal da Holanda

outeiroseco, 03.05.12
 
 
 

Todos os países têm um dia em que, comemoram e reforçam o espírito de união nacional. O da Holanda é a 30 de Abril, sendo conhecido por “Dia da Rainha” apenas porque a rainha D. Beatriz, comemora o seu aniversário neste dia. Antes o dia da rainha era a 31 de Agosto, quando se comemoravam os anos da rainha sua mãe, Guilhermina (à portuguesa).

Por causa do dia da rainha ser a 30 de Abril, os holandeses perdem o feriado de 1 de Maio, dia do trabalhador, comemorado em quase todo o mundo, mas para os holandeses, era impensável gozarem dois feriados seguidos.

O dia da rainha comemora-se em toda a Holanda, mas o seu apogeu é sem dúvida em Amesterdão, recebendo neste dia meio milhão de visitantes.

Quem ainda não conhece a Holanda e tenha essa possibilidade, aconselho que o façam nesta época do ano. O tempo já costuma estar bom e neste ano, esteve melhor que em Portugal.

Assim, conciliam uma visita à cidade que é linda, com os seus belos canais, muitos museus, os campos das tulipas multicolores, e por fim, assistem ao dia da rainha. Os menos susceptíveis podem ainda fazer uma passagem pelo “Red Light” o Bairro Vermelho, onde as montras estão decoradas para todos os gostos.

Para se ter uma ideia do que é o dia da rainha, é uma espécie de Santos em Chaves, com uma dimensão e espírito totalmente diferente. Também há vendedores nas ruas, só que em vez dos tradicionais feirantes, são pessoas que se querem desfazer de objectos pessoais, desde peças de vestuário em óptimo estado, ao piano de cauda. Todo o mundo anda de copo de cerveja na mão. Há bandas e DJs de cem em cem metros, há grupos de pessoas que se organizam neste dia só para cantar, fazendo sessões gigantes de Karaoke. Pelos canais navegam centenas de barcos, munidos de grandes geleiras com bebidas e instalações em alto som. Neste ano a música mais ouvida foi curiosamente a do brasileiro Michel Teló “Ai se eu te pego”.

Para quem já conhece Amesterdão, a cidade tem agora um novo ponto de interesse. Trata-se de um novo museu dedicado ao cinema, recentemente inaugurado, designado por “Eye”. Fica defronte à estação central dos comboios, e tem uma arquitectura, algo semelhante com a Casa da Música do Porto, ainda que o arquitecto presumo seja o mesmo, mas tem a escola holandesa.

Para quem gosta e pode viajar, não deixem de colocar no vosso roteiro de viagem, esta cidade.

I’am Amsterdam.

Nuno Santos

6 comentários

Comentar post