Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

II Encontro de Flavienses

outeiroseco, 23.06.12

Decorreu no passado domingo dia 17 em Mem Martins, no Restaurante a Tendinha, o II Encontro de Flavienses. Tal como no I Encontro, a organização coube ao José Manuel da Costa, contando com a colaboração da Comissão Instaladora da Casa do Desportivo de Chaves em Lisboa, um projecto ainda embrionário, mas que está a ser muito acarinhado, a ver vamos se chega a bom porto.

Neste encontro que reuniu cerca de sessenta participantes, estiveram presentes oito outeiro secanos, esperamos que no futuro estejam bem mais. O encontro foi um pretexto para rever amigos e relembrar momentos passados em Chaves. O encontro iniciou-se com as boas vindas do organizador, e de seguida cantou-se a Marcha de Chaves, que fez arrepiar muitos dos presentes.

Durante o repasto foi pedido que cada mesa fizesse uma quadra alusiva ao evento, dando sequência a uma  iniciativa que vem já do I Encontro, havendo o propósito de num futuro próximo, que  estas quadras sejam editadas em livro.

Ficou a promessa de não deixar morrer esta iniciativa, inclusive a de reforçar a comissão organizadora, para não onerar demasiado o Costa. Para o próximo ano, a comissão organizadora vai tentar encontrar um local mais consensual e mais aglutinador, que poderá ser a Casa de Trás-os-Montes em Lisboa, ainda que devido à exiguidade do espaço possa ser transferido para o Palácio Galveias ali ao lado.

Por isso aqui fica o apelo não só aos flavienses residentes em Lisboa, mas sobretudo, aos outeiro secanos de que no próximo ano não deixem de aparecer, até porque eu farei parte da organização e não deixarei de os convocar.

Nuno Santos