Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

Aldeia transmontana

Outeiro Seco tem vida própria

outeiroseco, 26.02.08

 

Outeiro Seco é assim. Tem vida própria.

Os serviços da cidade e as empresas empregam a quase totalidade das famílias.

Mas ao fim de semana há sempre uma pequena lavoura que dá o vinho, as batatas, as hortaliças, o centeio, que fazem o sustento das casas.

A Junta de Freguesia nunca para. Ora preocupada com a venda do campo de futebol, com a construção do Lar, com o alargamento do cemitério ou com a feitura do Boletim Informativo. Mas todos os dias é preciso podar as árvores, colocar a mini-barragem ou plantar flores nos jardins,…afazeres que dão prazer porque é para o bem de uma comunidade, que aplaude os progressos e critica as falhas.

Na Quarta-feira, a Casa de Cultura vai organizar a tradicional “Serrada da Velha”, que em outros tempos tinha outro sentir mas que as novas gerações não querem perder essa recordação – A porta da tia Bia é o placard com mais utilidade, onde se afixam as mais variadas informações.