Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008

Requalificação da Capela de Santa Ana

 

Fotos Altino Rio

A requalificação da capela da Santa Ana é um bom exemplo, em como a sociedade civil pode contribuir para o progresso e desenvolvimento das comunidades. Tudo começou depois da comemoração da festa em honra da Santa Ana, no passado dia 27 de Julho, levada a efeito por duas dinâmicas moradoras deste bairro, a Isabel Baptista e Manuela Madeira. Foi aí que se aperceberam das deploráveis condições em que se encontrava a cobertura da capela.

Desde logo, surgiu-lhes a ideia de partirem para a requalificação da cobertura, assim como o prolongamento do cabide há anos retirado.  Apesar da polémica sobre quem é o titular desta capela, as mentoras do projecto, contactaram a Comissão da Fábrica da Igreja, que lhes deu autorização, com a recomendação de manterem a traça arquitectónica.

 As obras têm sido executadas por amigos, um destaque especial para o Miguel Rodrigues como mestre da obra, tendo como colaboradores mais assíduos; o Edgar Silva, Fernando Pereira da Costa, Eusébio Costa Cunha, Nuno Pipa, Carlos Rio, Fernando Ervões, António Rodrigues e eventualmente outros a quem peço desculpa por omitir. Os materiais utilizados assim como os fundos necessários ao financiamento da obra têm sido também angariados pela Isabel Baptista e Manuela Madeira. 

Do projecto inicial que era apenas o arranjo da cobertura, decidiram fazer também alguns arranjos no interior, nomeadamente eliminar alguns elementos que não se inseriam bem com a temporaneidade da capela como os azulejos. Essa intervenção permitiu fazer a descoberta de algo esteticamente belo, como uma sagrada família cavada na rocha, digna de ser visitada.

Todos sabemos que as obras sendo de arte ou de outro género são sempre susceptíveis de crítica positiva ou negativa. A minha crítica é positiva gostei do que vi e daquilo que me foi apresentado como expectativa do trabalho final. Quero aqui deixar um reforço positivo à Isabel Baptista e Manuela Madeira, valorizando o facto de serem outeiro secanas por adopção, fazendo votos e que este exemplo perdure para a requalificação das capelas da Sra. do Rosário e da Sra. Da Portela também tão necessitadas.

Nuno Santos    

 

publicado por outeiroseco às 21:31
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 29 de Agosto de 2008 às 15:12
É um facto que as obras de requalificação na capela da Stª Ana, eram já necessárias e são de louvar sem dúvida alguma. Mas teriam mais valor e beleza se a população toda tivesse tido conhecimento dessas mesmas obras, havendo muitas pessoas na disposição de dar o seu contributo e unirem-se às mesmas. A população só teve conhecimento, numa missa dominical em que o Sr. Padre Zé anunciou que havia um grupo de pessoas já com recursos para iniciar as obras na "capela". Claro está que, se esse mesmo grupo iria dar início às obras, tiveram eles próprios a iniciativa (sem ao menos terem a dignidade de se associarem à restante população), a fim de toda a gente poder contribuir (quem quisesse e pudesse). É lógico que a "capela" está integrada na aldeia , embora localizada no bairro da Stª Ana. Isto não é uma crítica nem nada pessoal e muito menos algo contra a pessoa que deu conhecimento deste facto através deste blog, mas apenas uma observação para quem souber entender o seu conteúdo... Eu sou pelo progresso e desenvolvimento da aldeia (e muito), mas todos juntos e não assim. Dá a sensação que a aldeia está dividida... No final das obras, sem dúvida que haveriam muitas mais pessoas orgulhosas das mesmas e aí sim, a capela Stª Ana teria muito mais valor e beleza, dotada pela participação e contributo de todos juntos e unidos. Seria vista e apreciada com olhos de contentamento e orgulho de todos os Outeiro-Secanos.
De Anonimo a 30 de Agosto de 2008 às 00:27
"Eu sou pelo progresso e desenvolvimento da aldeia (e muito), mas todos juntos e não assim. Dá a sensação que a aldeia está dividida..." Esmo Sr. ANONIMO pegando numa frase sua começo este meu comentário, ao que escreveu, e ao que tem vindo a escrever neste blog, o que pouco o dignifica pois se fosse uma pessoa de bem não faria os seus comentários no anonimato.
"Mas teriam mais valor e beleza se a população toda tivesse tido conhecimento dessas mesmas obras, havendo muitas pessoas na disposição de dar o seu contributo e unirem-se às mesmas." Pois é, esta é outra frase sua, á qual pelos vistos só o Sr. não sabe que as capelas da aldeia estão todas a precisar de serem arranjadas. Pegando noutra frase mas desta vez do Nuno "fazendo votos e que este exemplo perdure para a requalificação das capelas da Sra. do Rosário e da Sra. Da Portela também tão necessitadas. " tem uma boa oportunidade de encabeçar uma associação ou grupo para fazer um peditório ou então fazer como as " duas dinâmicas moradoras " assim referenciadas também pelo Nuno e muito bem, sem esperar que sejam sempre os mesmos vá para a frente tome a iniciativa de falar pelo povo e ao mesmo tempo pedir para que se restaure as duas que faltam.
Pela boca morre o peixe, no melhor pano cai a nódoa, telhados de vidro quem os não tem, ……………. Enfim a si aplicam-se estes provérbios e muitos outros. Para terminar acrescento mais este ponto, os seus comentário ou “guerrinhas” com o Sr. Carlos Rio não o estão a favorecer lá muito, a si nem a este meio de comunicação, que tão respeitosamente vinha trazendo informação a quem por cá passa. Se tiver um espelho em casa aproveite para dar uma espreitadela quando passar por ele.

Comentar post

.Mais sobre mim

.E-Mail

outeiro_seco@sapo.pt

.Janeiro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Posts recentes

. Quem conhece as atletas d...

. Que 2007 traga tudo do me...

. A todos um bom Natal...a ...

. A minha era um pouco mais...

. Faleceu a Srª Eugenia Adr...

. Aleluia... tardou mas che...

. Homenagem aos Outeiroseca...

. Vamos todos aos Santos..a...

. Museu Alberto Sampaio - G...

. Ainda o São Miguel 2016.....

.Links

.Arquivos

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. desporto

. história

. património

. primavera

. aldeia

. cultura

. direitos e deveres

. igreja

. mundo

. todas as tags

.Pesquisar neste blog

 

.As minhas fotos